Policia

Polícia Militar devolve tartarugas capturadas ilegalmente, em Caseara, para a natureza e apreende 6 pássaros silvestres e uma cutia abatida, em Palmas

09/06/2017 16h10 | Atualizado em: 09/06/2017 16h20

Divulgação PMTO
Na última quarta-feira, 7° Batalhão de Polícia Militar Ambiental, em conjunto com os guardas-parque do Naturatins, recolheu 12 tartarugas (quelônios) que foram capturadas ilegalmente, no rio Araguaia, município de Caseara. Os agentes ainda aprenderam diversas boias aquáticas e 600 metros de rede de pesca. A ação ocorreu durante a Operação Cantão realizada em conjunto pelos dois órgãos.

Durante uma blitz aquática, a equipe de policiais militares encontrou um barco no leito do rio Araguaia, nele continha 12 tartarugas, capturadas sem a devida licença ambiental, 600 metros de rede de pesca e 50 boias aquáticas. No barco estavam dois indígenas.

Os animais foram recolhidos e as boias apreendidas. Em seguida, os quelônios foram soltos em seu habitat.


Em Palmas

Na tarde desta quinta-feira, 08, a equipe do Batalhão da Polícia Militar Ambiental (BPMA) apreendeu seis pássaros silvestres e uma cutia no setor Irmã Dulce em Taquaralto após denúncia anônima.

Ao se deslocarem até o endereço informado, os policiais militares encontraram o proprietário da casa que autorizou a entrada em sua residência para averiguação dos fatos. No interior havia dois canários, dois pássaros pretos, um João Congo e um periquito, bem como cinco gaiolas e uma cutia abatida.

Segundo o proprietário, os pássaros eram de um amigo que havia viajado e os deixou aos seus cuidados, e a cutia ele havia atropelado e estava cuidando até que se recuperasse, mas que infelizmente teria sido abatida por seu cachorro.

Os pássaros e a cutia foram encaminhados para a Naturatins, e o suspeito, multado em R$ 3.500,00 reais, fora conduzido para a Delegacia de Polícia para as devidas providências.