Prefeitura de Palmas abre consulta para contribuição dos cidadãos palmenses ao Orçamento Participativo

  • 05/Oct/2022 11h04
    Atualizado em: 05/Oct/2022 às 11h16).

Além da consulta via aplicativo Colab o palmense poderá apresentar sugestões durante as audiências públicas

A Prefeitura de Palmas dá início à construção do Orçamento Participativo nesta terça-feira, 4, colocando no ar a consulta on-line via aplicativo Colab (consultas.colab.re/oppalmas-2023). A gestão municipal debaterá com os cidadãos as prioridades de investimentos para a Capital, também por meio de quatro audiências públicas presenciais que vão acontecer em outubro e novembro. Além do orçamento participativo, o Município fará a revisão do Plano Plurianual (PPA) 2022-2025. Por meio da consulta e audiências, o cidadão poderá decidir sobre o orçamento público, quais os investimentos deverão ser realizados ou serviços que deverão ser ampliados.

“Depois de dois anos de pandemia, onde vivenciamos dias de muitas incertezas, voltamos a sonhar com dias melhores, dias de esperança e que devemos dar continuidade a construção da nossa cidade. E com esse sentimento de que unidos podemos fazer mais e melhor, convido os palmenses a participarem do Orçamento Participativo e assim apontarem quais as ações a gestão municipal deve priorizar, quais são as demandas da nossa cidade para alcançarmos as melhorias que garanta a qualidade de vida do palmense”, destaca a prefeita Cinthia Ribeiro.

A secretária municipal de Planejamento e Desenvolvimento Humano (Seplad), Mila Jaber, ressalta que o Orçamento Participativo é um mecanismo muito importante de transparência também e educação da população, que poderá aprender mais sobre como funciona a gestão pública. “Cada vez que a Prefeitura de Palmas chama os cidadãos para participarem amplia a confiança e melhora a qualidade da governança da nossa Capital, onde temos mais fiscalização cidadã e também conhecemos melhor as demandas da nossa cidade”.

“A democracia é um valor fundamental para a nossa cidade e nosso País e o Orçamento Participativo fomenta essa cultura dentro da comunidade e fortalece a organização social. No ano passado construímos o PPA 2022-2025, algumas ações já foram implantadas ou estão em andamento, e outras poderão ser revistas e definidas como prioridade”, pontua o superintendente de Planejamento e Orçamento da Seplad, José Augusto Rodrigues Santos Júnior. Para a prefeitura, a participação do cidadão deve ser ativa e permanente, porque a gestão municipal é feita por muitas mãos, da prefeita Cinthia, dos seus secretários, pelos servidores públicos e também pelos palmenses.

Consulta

Por meio do site https://consultas.colab.re/oppalmas-2023 ou pelo aplicativo Colab, disponibilizado nesta terça-feira, 4, poderá participar do Orçamento Participativo ao responder o formulário, onde avaliará os pontos positivos e negativos da gestão pública e apontará as prioridades para as diversas áreas, como: educação, saúde, assistência social, habitação, mobilidade urbana, segurança pública, desenvolvimento rural, meio ambiente, economia, cultural, turismo, transparência, juventude e esportes.

Todas as informações das peças orçamentárias estão disponíveis no site: http://participa.palmas.to.gov.br/ .

Audiências

A Prefeitura de Palmas realizará quatro audiências públicas presenciais, nos dias 15 e 22 de outubro e 5 e 12 de novembro, sábados, das 8h30 às 12 horas. As reuniões serão nas escolas Eurídice Ferreira de Mello no Setor Jardim Aureny III, Caroline Campelo no Setor Santa Fé II, Padre Josimo na Quadra ACSU-NO 40 (301 Norte) e na Crispim Pereira de Alencar em Taquaruçu.

Acompanhe o Calendário das Audiências Públicas do Orçamento Participativo

- 15/10 - Escola Municipal de Tempo Integral Eurídice Ferreira de Mello (Setor Jardim Aureny III)

- 22/10 - Escola Municipal de Tempo Integral Caroline Campelo (Setor Santa Fé II)

- 05/11 - Escola Municipal de Tempo Integral Padre Josimo (Quadra ACSU-NO 40 - 301 Norte)

- 12/11 - Escola Municipal Crispim Pereira de Alencar (Taquaruçu) - Sábado, das 8h30 às 12 horas