Tocantinenses fecham primeiro dia das Paralimpíadas Escolares com 15 medalhas

  • 25/Nov/2021 14h15
    Atualizado em: 25/Nov/2021 às 14h29).

Os estudantes do Tocantins faturaram seis medalhas de ouro, seis de bronze e três de prata

Os estudantes tocantinenses tiveram um resultado expressivo no primeiro dia das Paralimpíadas Escolares 2021, que acontecem em São Paulo, até o dia 26 de novembro. Foram 15 medalhas, sendo seis de ouro, seis bronze e três prata.

Os atletas tocantinenses que estão em São Paulo foram os campeões dos Jogos Paradesportivos Escolares do Tocantins (Parajets), promovido pela Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc).

A delegação do Tocantins é formada por 35 integrantes entre atletas, técnicos, dirigentes e staffs. Os 17 alunos tocantinenses disputam nas modalidades: atletismo, natação, tênis de mesa, bocha e parabadminton.

A chefe da delegação, Keila Gonçalves, comemorou o bom desempenho dos atletas.

"Tivemos um dia excelente, com muitas vitórias. Eles estavam muito ansiosos para competir novamente e essa motivação, certamente, nos trará resultados ainda melhores", enfatizou.

Quadro de medalhas

Hentony Carvalho, da Escola Estadual Machado de Assis, de Araguanã, conquistou dois ouros no Atletismo: um no lançamento de dardo e outro na corrida de 75 metros. Da mesma unidade escolar, Aline Jordânia de Carvalho foi prata no arremesso de peso.

"Estou emocionado com as duas medalhas, e vou tentar ser ainda melhor na próxima prova, para garantir mais um ouro para o Tocantins", contou Hentony.

Tambem de Araguanã, Kauany Alves, que é deficiente visual e aluna da Escola Estadual São Pedro, levou um ouro no arremesso de peso e um bronze na corrida de 100 metros, acompanhada pela atleta guia, Jéssica Gabarrão.

"Estou muito feliz por já ter conseguido essas duas medalhas. Eu estava com muita saudade de competir. Espero levar mais um ouro", revelou Kauany.

Os estudantes de Guaraí subiram ao pódio quatro vezes. Ryan Cordeiro Sales, da Escola Estadual Albano Hendges, foi ouro na pelota e bronze na corrida de 60 metros. Vitória Lira, da Escola Especial Estrela da Esperança, foi a campeã no arremesso de peso e ficou com a segunda colocação na corrida de 75 metros.

A paratleta Maria de Lurdes Coelho, aluna da Escola Estadual Modelo, foi a melhor na sua categoria e leva pra Araguaína o ouro na corrida 75 metros.

Quem faturou o maior número de medalhas foi Maury Oliveira, do Colégio João de Abreu, de Dianópolis, com três pratas, nas seguintes provas: lançamento de dardo, corrida de 100 metros e salto em distância.

Na natação, a medalhista do dia foi a estreante nas Paralimpíadas Escolares, Maria Flávia, da Escola Principio da Sabedoria, de Palmas. A paratleta garantiu a prata nos 25 metros livres.