PT referenda Mourão como única via no projeto de desenvolvimento inclusivo do Tocantins e anuncia visita de Lula ao estado

  • 18/Nov/2021 20h43
    Atualizado em: 18/Nov/2021 às 20h49).

O pré-candidato petista ao governo do Tocantins lembrou que chegou a hora de alertar a sociedade sobre a necessidade de agir de forma unida em favor do futuro de todas e todos.

“A hora de salvar o Tocantins é agora”, foi o que disse Paulo Mourão, referendado como o nome mais preparado, nos quadros políticos do partido, para capitanear o projeto de desenvolvimento social, econômico e cultural do Tocantins, na pré-campanha rumo ao Governo do estado, em entrevista coletiva realizada nesta quinta-feira, 18, com a presença do presidente do Partido dos Trabalhadores do Tocantins (PT-TO), deputado estadual Zé Roberto Lula e do secretário Nacional de Assuntos Institucionais do PT, Romênio Pereira.

“Nós vamos mudar a direção desse país e em nome da Direção Nacional o nosso pré-candidato a governador no Tocantins é Paulo Mourão. A Direção Nacional está empenhada neste processo e é um dos nomes que o PT está apostando que vai governar um dos estados a partir de 2023”, afirmou Romênio Pereira, que garantiu ainda, a visita do ex-presidente Lula e da presidente do PT Nacional, Gleisy Hoffmann ao Tocantins no ano que vem, para debater o Estado e sua inserção no projeto nacional de desenvolvimento e reconstrução do Brasil.

Zé Roberto Lula, que também integra o Diretório Nacional do PT, lembrou que nos últimos 16 anos nenhum governo terminou o seu mandato, o que fragiliza a democracia do estado e pede uma solução imediata para mudar a vida das pessoas tocantinenses. “Temos um cenário incerto e projetos que nunca priorizaram o pobre do Tocantins, por isso hoje a nossa defesa é consolidar o nome do Paulo Mourão como nosso pré-candidato e construir projetos de desenvolvimento de Estado, para garantir comida, casa, trabalho e liberdade para as trabalhadoras e trabalhadores tocantinenses”, pontuou Zé Roberto.

Paulo Mourão apontou que o projeto do Partido dos Trabalhadores é contrapor o que os pré-candidatos dos grupos de direita e centro vêm debatendo, que é um trabalho de agrupamento de poder e não de inclusão das bases socias. “Nós já discutimos com diversos sindicatos e não estamos preocupados com publicidade, pois estamos consolidando um projeto de desenvolvimento com intenso debate para construção de ideias e colhendo informações em todas as regiões do Tocantins”, explicou o pré-candidato petista.

Até agora, Mourão passou por 50 municípios do Tocantins e a caminhada começou pelo município de Recursolândia, hoje com o menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Tocantins. “Por isso iniciamos por lá [Recursolândia], por entender a necessidade de iniciar um processo de estimular o desenvolvimento econômico, cultural e social e esse processo só se dá com a base popular, não com o político”, alertou Mourão ao ressaltar que o Tocantins vive um estado de desemprego, desigualdade social, fome, milhares de famílias em situação de vulnerabilidade e por isso precisa de uma ação imediata e coordenada.

Ação

O pré-candidato petista ao governo do Tocantins lembrou que chegou a hora de alertar a sociedade sobre a necessidade de agir de forma unida em favor do futuro de todas e todos. “A hora de salvarmos o futuro do povo tocantinense é agora, que é a hora do debate, e é isso que o PT está fazendo. O deputado Zé Roberto, de forma muito cuidadosa, primeiramente tratou isso dentro do partido e chegamos ao primeiro momento em que o PT Tocantins criou uma unanimidade na sua estrutura interna, em todas as suas representações, de que o PT tem que assumir essa liderança e ser o protagonista desse processo inovador que será a reconstrução do estado do Tocantins e a reconquista dos sonhos e da felicidade do nosso povo”, afirmou o ex-deputado e agora pré-candidato, Paulo Mourão.