Pesquisador tocantinense é eleito presidente da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Geografia

  • 16/Out/2021 12h06
    Atualizado em: 16/Out/2021 às 12h09).

Foi eleito nessa sexta-feira 15, para a presidência da ANPEGE – Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Geografia o pós-doutor Adão Francisco de Oliveira, que é professor e pesquisador da graduação e da pós-graduação em Geografia da Universidade Federal do Tocantins. A sua eleição se deu na assembleia geral de encerramento do XIV ENANPEGE – Encontro Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Geografia, iniciado no último dia 10.

A Anpege é uma entidade representativa dos programas de pós-graduação em Geografia organizados em torno dos cursos de mestrado e doutorado. Quando constituída em 1993, a entidade representava nove programas de pós-graduação. Após 28 anos de existência, a Anpege conta hoje com 75 programas afiliados, do total de 77 existentes em todo o território nacional. Constam como pautas fundamentais da entidade a expansão da pesquisa científica em Geografia para o interior, democratizando a produção científica e retratando melhor o Brasil; e a sua estruturação, mediante a ampliação, a regularidade de repasses e a equalização do financiamento.

Nas palavras de Adão Francisco, “A Anpege caminha para completar 30 anos de existência num contexto de retração das conquistas no âmbito da Ciência e da Educação no Brasil. O contexto atual conclama a repensar e a redefinir o sistema de avaliação dos programas, visando à redução e à superação das desigualdades institucionais entre os mesmos, ao mesmo tempo que impele a uma atuação engajada no fortalecimento da Ciência e Tecnologia e também da Educação”.

O professor Adão Francisco é doutor e pós-doutor em Geografia pelo Instituto de Estudos Socioambientais da UFG e é pesquisador nas áreas de Planejamento e Gestão Territorial e de Desenvolvimento da Educação. Ele já foi professor da PUC-GO (Pontifícia Universidade Católica de Goiás), da UEG (Universidade Estadual de Goiás), da Unitins (Universidade Estadual do Tocantins) e desde 2010 é professor da UFT (Universidade Federal do Tocantins) no campus de Porto Nacional. Já ocupou os cargos de Assessor de Pós-Graduação e Diretor de Pesquisa na Unitins; de Diretor de Pesquisa, Assessor de Relações Institucionais, Chefe de Gabinete em exercício e Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Geografia na UFT; e de Secretário de Educação, Juventude e Esportes e Secretário de Cultura no Estado do Tocantins. No último dia 6 de outubro o professor foi mencionado na lista dos pesquisadores mais produtivos e influentes do mundo da AD Scientific Index 2021.

Adão Francisco venceu a eleição para o biênio de 2022-2023 com a chapa inscrita com o nome Outros Outubros Virão, que conta com a Profa. Dra. Ana Carolina de Oliveira Marques (UEG) como secretária; o Prof. Dr. Willian Simões (UFFS) como tesoureiro; e o doutorando Cezar Freitas Barros (USP) como representante discente. A chapa adversária, com o nome Anpege 30 anos: integração, ação e desafios, foi encabeçada pelo prof. Dr. Raimundo Lenilde de Araújo, da Universidade Federal do Piauí.

A primeira diretoria da Anpege foi constituída por pesquisadores de grande expressão na Geografia nacional e internacional. Presidida pelo consagrado geógrafo Milton Santos, contou ainda com a participação de Maria Adélia de Sousa e Amália Inês Lemos, todos da USP. Ao longo de sua existência, a Anpege tem estabelecido um diálogo direto com a SBPC – Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência.