Prefeitura de Palmas divulga balanço da fiscalização contra aglomerações e desrespeitos às medidas de segurança no fim de semana

  • 21/Set/2021 11h10
    Atualizado em: 21/Set/2021 às 11h14).

Após denúncias, uma festa clandestina com mais de mil pessoas foi interrompida na Vila Agrotins

Mais de 150 abordagens aos estabelecimentos comerciais, 23 autos de infração, 11 notificações e três fechamentos (embargos) de estabelecimentos aplicados. Esse é o saldo do trabalho conjunto das forças de segurança, realizado durante o fim de semana movimentado pelas ruas da Capital. Festas clandestinas em vários pontos, e aglomerações no estacionamento da Praia da Graciosa e do Estádio Nilton Santos também foram alvos da fiscalização.

As atividades foram reforçadas a partir da noite da última sexta-feira, 17.

As equipes atenderam diversas denúncias de aglomerações, dentre elas um evento com mais de mil pessoas realizado em um bar nas proximidades da Vila Agrotins. Após ser confirmada a ocorrência, a festa foi interrompida na noite de domingo, 19. Em seguida, o estabelecimento foi autuado e fechado (embargado).

De acordo com a Diretoria de Fiscalização Urbana da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Serviços Regionais (Sedesr), as equipes seguem com os plantões de fiscalização e monitoramento em ações conjuntas com as demais forças de segurança, em cumprimento aos decretos. Além de combater a perturbação do sossego público, conforme as normativas da legislação do Código de Obras e Posturas do Município.

Flexibilização

Entrou em vigor nessa segunda-feira, 20, o Decreto nº 2.100 com as novas medidas de flexibilização das atividades econômicas em Palmas. Dentre as novas regras publicadas, passa a ser obrigatório o comprovante de vacinação contra a Covid-19, por pessoas que participarem de eventos públicos ou privados com mais de 200 pessoas. As demais exigências como a permanência dos cuidados de higienização e prevenção com o distanciamento social e a utilização do álcool gel estão mantidas.

Ação conjunta

A operação é uma ação conjunta da Diretoria de Fiscalização Urbana da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Serviços Regionais (Sedusr), e a Vigilância Sanitária Municipal (Visa), com o apoio operacional dos agentes de Trânsito e Transporte, Guarda Metropolitana de Palmas (GMP), Polícia Militar (PM), Polícia Civil, Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote), Corpo de Bombeiros Militar, equipe da Cidadania e Justiça, do Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran-TO) e o Procon-TO.