Fiscalização em Palmas durante o feriadão resulta em aplicação de 39 autos de infrações e fechamento de dois estabelecimentos

  • 10/Sep/2021 14h15
    Atualizado em: 10/Sep/2021 às 14h20).

Mais de 200 estabelecimentos comerciais foram vistoriados em diferentes pontos da Capital

A Prefeitura de Palmas intensificou a fiscalização das medidas de prevenção e controle à Covid-19 nos estabelecimentos comerciais e espaços públicos por todas as regiões da Capital, durante o feriadão prolongado. Os trabalhos da operação conjunta voltaram às ruas da cidade na noite dessa quinta-feira, 9, e seguem até o fim de semana.

No período entre o primeiro final de semana do mês de setembro e os feriados nacional e estadual, no início desta semana, as equipes de fiscalização aplicaram 39 autos de infração, cinco notificações e dois fechamentos (embargos) de estabelecimentos por descumprimento das regras sanitárias estabelecidas nos decretos. As forças de segurança realizaram vistorias em mais de 200 pontos comerciais, sendo executados ainda 16 retornos (visitas) em estabelecimentos, e atendimentos às inúmeras denúncias de irregularidades. Além de examinarem também às demandas encaminhadas pelo Ministério Público do Tocantins (MPTO).

De acordo com as equipes de fiscalização de Obras e Posturas, um bar localizado no Jardim Aureny IV teve as atividades interrompidas por promoção de festa com banda e pista de dança liberada, desobedecendo aos decretos. Os fiscais flagraram ainda outro bar localizado na ACNO 11, (103 Norte), operando sem ter o alvará de funcionamento, realizando evento, cobrando valor abusivo do ‘couvert artístico’, e fazendo uso de mesas e cadeiras em área pública, sem autorização. Essas ações foram registradas da noite do dia 5 para a madrugada do dia 6.

Ação conjunta

A operação é uma ação conjunta da Diretoria de Fiscalização Urbana da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Serviços Regionais (Sedusr), e a Vigilância Sanitária Municipal (Visa), com o apoio operacional dos agentes de Trânsito e Transporte, Guarda Metropolitana de Palmas (GMP), Polícias Militar (PM) e Civil, Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote), Corpo de Bombeiros Militar, equipe da Cidadania e Justiça, do Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran-TO) e o Procon-TO.