Palmas alcança 1ª posição entre as cidades mais inteligentes da região Norte, segundo Ranking Connected Smart Cities

  • 01/Set/2021 14h02
    Atualizado em: 01/Set/2021 às 15h38).

A capital do Tocantins ainda ocupa a décima posição no eixo Educação e a décima segunda colocação entre as cidades de 100 a 500 mil habitantes

Palmas está na liderança do Ranking Connected Smart Cities entre todas as cidades da região Norte. No eixo Educação, a cidade alcançou a décima posição, ficando também em décimo segundo lugar entre as cidades de 100 a 500 mil habitantes. O primeiro lugar na classificação geral do Ranking 2021 ficou com São Paulo (SP), o segundo foi para Florianópolis (SC), seguido de Curitiba (PR) e Brasília (DF). Na quinta posição está Vitória (ES). Em sexto lugar, aparece São Caetano do Sul (SP), seguido de Rio de Janeiro (RJ), Campinas (SP), Niterói (RJ) e Salvador (BA).

O Centro de Convenções Frei Caneca sedia, entre hoje e sexta-feira, a 7ª.edição do evento nacional Connected Smart Cities e Mobility, que destaca as cidades mais inteligentes do país com a apresentação do Ranking e ainda com o Prêmio Connected Smart Cities que traz 10 finalistas com negócios inovadores para as cidades. Neste ano, o evento acontece em formato híbrido, presencialmente, nesta quarta e quinta-feira, e de forma digital, até sexta, 3.

O resultado do Ranking Connected Smart Cities 2021, estudo elaborado pela Urban Systems, em parceria com a Necta, foi apresentado durante a Cerimônia de Abertura do evento para autoridades, empresários e especialistas nacionais e internacionais. O Ranking mapeia todos os 677 municípios com mais de 50 mil habitantes. O objetivo é definir as cidades com maior potencial de desenvolvimento do Brasil. A edição 2021 do estudo conta com 75 indicadores (cinco a mais que o ano anterior), que atestam serviços inteligentes nas cidades.

O resultado é apresentado em quatro frentes: posição geral, por eixo temático, por região e por faixa populacional. O estudo é composto pelos indicadores de mobilidade, urbanismo, meio ambiente, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo, governança e energia, eixos temáticos discutidos no evento nacional do Connected Smart Cities & Mobility.

"Nesses sete anos de atuação, a Plataforma Connected Smart Cities vem desempenhando papel fundamental junto às empresas, entidades e governos na busca pela inovação, tendo como objetivo fundamental tornar as cidades brasileiras mais inteligentes e conectadas, comenta a CEO da Necta e idealizadora do Connected Smart Cities e Mobility, Paula Faria.

Destaques Palmas

A prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro (PSDB), cita que construir uma cidade integrada, múltipla, sustentável, inclusiva e conectada às pessoas é acreditar na melhoria contínua, no fortalecimento das conexões entre a infraestrutura urbana, o meio ambiente e as pessoas. "É o principal motor de qualquer cidade na consolidação de sua relevância. Colocar sempre o ser humano e suas relações no centro de tudo, utilizar a tecnologia para facilitar essa missão, com instrumentos de controle e de dados, de planejamento e de inteligência. Esse é o meu desejo para nossa capital: um poderoso projeto de smart city", comenta a prefeita.

De acordo com Cinthia Ribeiro, com o Programa Palmas Solar, a capital do Tocantins está buscando a geração de energia sustentável para todo o consumo de equipamentos públicos, com parques de geração de energia fotovoltaica. "A modernização e eficiência da iluminação pública e dos prédios públicos é um avançado projeto de incentivo à autogeração de energia, com tributos "Verdes", para toda a cidade", disse a prefeita.

Na tecnologia, a consolidação de dois parques tecnológicos, em parceria com o Estado, ao lado das universidades públicas, e outro Agrotecnológico, dentro do Parque Agrotecnológico de Palmas, está promovendo a cultura do empreendedorismo e da inovação, ainda segundo Cinthia Ribeiro. "Com estas experiências queremos levar Palmas a ser referência em cidade inteligente. Destacamos que já temos uma agência dedicada à gestão e criação de tecnologia da informação, a Agetec, que nos proporcionou conquistarmos investimentos importantes, inclusive a exportação de muitos sistemas que desenvolvemos para outros estados e municípios", afirma.

O Palmas Summit Live, projeto de treinamento e geração de emprego na área de tecnologia para jovens de Palmas está abrindo a gestão para startups e, em breve, devem ser implementados dois canais de comunicação que aproxime o cidadão e a zeladoria da cidade: o WhatsPalmas e o Colab App. "Ao longo desses últimos anos, preparamos a capital para concretizar esse projeto inovador de smart city. O Palmas Possível vai nos colocar como protagonistas ao lado das maiores cidades inteligentes do Brasil, ampliando horizontes e estabelecendo políticas públicas de estado. São legados para as próximas gerações", comentou a prefeita.

Palmas em Números

Palmas conta com velocidade média de 130 mbps nas conexões de banda larga contratadas, 36,3% dos empregos formais ocupados por profissionais com ensino superior, 98,4% do município atendido pela cobertura de serviço 4G, 16,4 vagas em universidade pública para cada mil habitantes em idade adulta (acima de 18 anos), nota idem nos anos finais de 5,4 e investimento per capita em educação de R﹩ 1.027,38 por habitante.

A cidade conta ainda com centro de controle e operações, sistema de semáforos inteligentes, sistema de bilhete eletrônico no transporte público, cadastro imobiliário informatizado e disponibilizado ao cidadão, emissão de alvará eletrônico, matrícula escolar online na rede pública e atendimento ao cidadão por meio de aplicativo e site da prefeitura, como soluções e serviços inteligentes disponíveis à população.

Destaques Ranking Connected Smart Cities 2021

A região Sudeste concentra as cidades mais inteligentes e conectadas, seis municípios estão entre os 10 mais bem colocados. Duas cidades da região Sul, e uma do Centro-Oeste também são destaques. A região Norte conta com Palmas (TO) entre as 10 mais em 2021. A capital tocantinense está na 35ª colocação no Ranking Geral.

Na classificação por região, Brasília (DF), no Centro-Oeste, é a 1ª colocada no Ranking. No Nordeste é Salvador (BA). Palmas (TO) representa a região Norte. São Paulo (SP) lidera no Sudeste, e Florianópolis (SC) se destaca no Sul. Jaguariúna (SP) aparece em primeiro lugar entre as cidades de 50 a 100 mil habitantes, e, de 100 a 500 mil, está Vitória (ES). Acima de 500 mil habitantes, novamente, São Paulo é a líder.