Projeto-piloto levará à Aurora ações voltadas ao desenvolvimento turístico

  • 19/Ago/2021 13h49
    Atualizado em: 19/Ago/2021 às 13h53).

Com a proposta, Adetuc reúne rede de parcerias para atender demandas locais e fomentar a formalização dos empreendimentos.

Em reunião realizada nessa quarta-feira, 18, o presidente da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), Jairo Mariano, acompanhado da equipe da Superintendência de Turismo apresentou o projeto Avança Turismo. A ideia é reunir o Poder Executivo estadual e iniciativa privada para oferecer orientações técnicas e capacitações voltadas à geração de renda por meio da atividade turística planejada.

Participaram presencialmente do encontro, representantes do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), Agência de Fomento, Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), Associação Brasileira de Agentes de Viagens (Abav-TO), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo (Abrajet-TO), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-TO), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac-TO), Associação de Desenvolvimento do Turismo Sustentável e Produção Associada de Serras Gerais do Tocantins (Assegtur) e ainda a Universidade Federal do Tocantins (UFT-Campus Arraias), de forma virtual.

O presidente Jairo Mariano explicou que o projeto será levado primeiramente à Aurora do Tocantins, a 530 km de Palmas, e à vizinha Lavandeira, em função de sua localização estratégica, na Região Turística das Serras Gerais, quantidade de atrativos e demanda local. “Queremos inserir o projeto no orçamento de 2022, alcançando todo o Estado”, explicou, ressaltando que as cidades próximas serão indiretamente beneficiadas.

Por meio da atuação direta da Adetuc, os empreendedores locais serão beneficiados com a inventariação turística, orientações técnicas voltadas a formalização das empresas, inserção no Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), desenvolvimento de produtos associados ao turismo, orientação jurídica e sobre os protocolos de prevenção à Covid-19. As entidades parceiras participarão com orientações sobre linhas de financiamento, procedimentos de licenciamento ambiental, capacitações profissionais, fortalecimento da produção agropecuária associada ao turismo.

A ação está prevista para o mês de setembro.

Repercussão

A proposta foi bem recebida pelos representantes de Pastas e entidades presentes ao encontro, garantindo a realização da ação em Aurora do Tocantins e sua sequência em outras localidades.

Renato Jaime, presidente do Naturatins, ressaltou que a regularização dos atrativos naturais é fundamental para o fortalecimento do turismo regional. “Nossa equipe está à disposição para orientar gestores e empresários”, disse.

Fernanda Castro, representando a Assegtur, lembrou do trabalho realizado pelo Sebrae na região das Serras Gerais, onde há pelo menos dez municípios com atrativos naturais e atividades tradicionais. “O turismo está sendo a salvação de pessoas muito simples, esses empreendedores precisam de orientação”, pontuou.

Jorge Lins, diretor de Operações da Agência de Fomento comemorou a iniciativa, já que localizar os pequenos empresários poderá garantir a liberação de linhas de crédito do Fundo Geral do Turismo (Fungetur). “Já foram liberados R$ 3,7 milhões e ainda dispomos de R$ 7 milhões”, revelou.

Em nome da Seagro, a analista de Turismo Francine Seixas pontuou que uma das demandas da pasta é o fortalecimento do agroturismo, que tem forte potencial no Estado. Ressaltou ainda que agricultores familiares e empresas da região poderão se beneficiar com esta ação.

Os presidentes da Abrasel-TO e da Abav-TO, respectivamente Ana Paula Setti e Marcelo Perim também abraçaram a proposta e sugeriram a realização de um famtour técnico para a região. Perim também ressaltou a importância da 48ª Abav Expo & Collab, que ocorrerá em setembro, para a visibilidade das regiões turísticas.

A coordenadora de Operações com o Mercado do Senac-TO, Lúcia Córdula também colocou a entidade à disposição para a realização de cursos de qualificação profissional.

Da mesma forma, Alex Veras Dias, coordenador em Turismo Sustentável do Sebrae-TO, confirmou a parceria e o foco no desenvolvimento de toda a cadeia turística, sendo uma das demandas da região das Serras Gerais o trabalho com a gastronomia local e a geração de um banco de oportunidades.