Circuito Amazônia de Vôlei de Praia

  • 29/Jul/2021 15h04
    Atualizado em: 29/Jul/2021 às 16h07).














A Federação Tocantinense de Voleibol definiu essa semana as duplas que representarão o estado na 1ª etapa do Circuito Amazônia de Vôlei de Praia 2021. Competição oficialmente chancelada pela CBV e organizada pelos estados que integram a região Amazônica Brasileira (AC, AP, AM, PA, RO, RR, MT e TO), o circuito será realizado em 3 etapas nessa primeira edição.

Dupla Masculina

No masculino Victor Hugo e Bruno Nunes, campeão e vice-campeão do Circuito Tocantins (2020), foram convidados para defender a bandeira tocantinense nas areias de Porto Velho – RO, nos dias 7 e 8 de agosto. A dupla já representou o Tocantins no Circuito BB Challenger, realizado pela CBV em Palmas em 2017. “Agradecer a Federação pelo esforço em enviar as representações estaduais, especialmente nesse momento difícil de pandemia que vivemos. Vamos estar 100% focados para representar bem nosso estado”, afirmou Victor Hugo.

Dupla Feminina

No feminino a representação estadual ficará sob a responsabilidade da dupla Jéssica Souza e Thaís Barbosa, que já conquistaram em 2018 o título de campeã do Circuito Tocantins de Vôlei de Praia. Jéssica, que também foi campeã em 2020 do Circuito estadual, diz se sentir muito honrada em representar mais uma vez o estado, “Estamos muito empolgadas, inclusive com esse clima das olímpiadas nos contagiando. Faremos nosso melhor”, frisou a atleta.

Direção Técnica

Para coordenar os trabalhos técnicos na etapa, a FTV convidou o treinador Jenilson Cirqueira, que já dirigiu diversas representações oficiais do Tocantins em eventos nacionais. Jenilson, além de treinador com registro na CBV, também é o representante da FTV na região sul do estado. “Mais uma vez o Tocantins terá uma forte representação. Na quadra somos os atuais campeões da Copa Amazônia indoor e agora vamos lutar pelo pódio também na praia”, ressaltou Cirqueira.

O Circuito

O Circuito Amazônia de Vôlei de Praia será disputado em 2021 com a participação de uma dupla/seleção de cada estado, nos naipes masculino e feminino, que integra a região amazônica (Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima, Mato Grosso e Tocantins). Serão três etapas esse ano. A primeira acontecerá nos dias 07 e 08 de agosto na cidade de Porto Velho – RO (masculino e feminino). A segunda etapa (masculino) será em Macapá-AP, nos dias 21 e 22 de agosto. Já a disputa do feminino, na segunda etapa, acontecerá em Boa Vista-RR nos dias 11 e 12 de setembro. A etapa final do evento está programada para os dias 2 e 3 de outubro, no estado do Tocantins, mas a cidade ainda não foi definida pela Federação.

Sistema de Disputa

Segundo o presidente da FTV, Ricardo Abalém, o regulamento da competição prevê um sistema de disputa onde as 8 seleções estaduais, em cada naipe, serão divididas por sorteio em duas chaves com 4 equipes, jogando entre si. As duas melhores de cada chave fazem o cruzamento olímpico. Os perdedores dessas semifinais seguem para disputa do bronze e os vencedores para a disputa do ouro. Ao todo serão 32 jogos por etapa, onde todas as duplas jogarão ao menos 3 vezes. “A intenção é oportunizar a composição das melhores duplas de cada estado e o maior número de jogos possível como forma de incentivar a prática da modalidade na região”, frisa o presidente.

Apoio da CBV

Abalém disse ainda que o apoio da CBV foi decisivo para viabilizar a competição. “Agradecemos muito o apoio da CBV a esse evento, ao fomento da modalidade na região amazônica. Presidente Toroca sempre muito sensível à dura realidade do norte, tanto pela escassez de investimentos quanto pela difícil logística. Um esforço de todas as federações envolvidas que trará resultados positivos para as futuras gerações na região”, pontuou o dirigente.