Unidade de ensino aposta em atividades práticas para formação integral dos estudantes

  • 28/Jun/2021 16h55
    Atualizado em: 28/Jun/2021 às 17h00).

As atividades são realizadas com os alunos dos cursos Técnicos em Agropecuária e Zootecnia

Com foco na formação integral dos estudantes, a equipe do Colégio Agropecuário de Almas aposta na implementação de atividades práticas para os alunos dos cursos Técnicos em Agropecuária e Zootecnia, ofertados na unidade de ensino.

As atividades são realizadas por meio das Unidades Demonstrativas (UDs), que funcionam como laboratórios de aprendizagem. Entre as UDs estão a horta, o pomar, a unidade de avicultura, de suinocultura, de bovinocultura e lavoura, que foram implantados nas instalações da unidade de ensino.

Dentro do processo de formação, os estudantes vivenciam a realidade do setor agropecuário. A busca pelo aumento da produção leiteira, melhoramento genético e troca de animais do rebanho são práticas que promovem a aprendizagem, a partir do acompanhamento constante do rebanho.

Para evidenciar essas melhorias, o Colégio Agropecuário de Almas, recentemente, concretizou a aquisição de um touro reprodutor da raça Gir, com aptidão para a produção de leite. O animal é Puro de Origem (PO) e possui registro na Associação Brasileira dos Criadores de Zebu.

Ao adquirir o animal, o Colégio tem por objetivo a melhoria do rebanho bovino, elevando o padrão genético. Isso possibilitará o melhoramento dos animais de interesse comercial.

“Uma vez que nossos laboratórios são compostos pelas unidades demonstrativas como a de bovinocultura, isso impactará direta e positivamente no processo de ensino aprendizagem dos nossos alunos”, explicou o professor Arialdo Castro, que é zootecnista e coordenador dos cursos Técnicos em Agropecuária e Zootecnia.

De acordo com a gestora do Colégio, Marizete Cardoso, as melhorias que serão observadas no rebanho servirão de base para a atuação profissional dos estudantes. “Além de auxiliar na expansão do rebanho com a procriação, haverá também uma evolução na qualidade genética dos animais, o que poderá motivar até mesmo produtores da região a fazer o mesmo”, ressaltou.

Unidades Demonstrativas

Na bovinocultura, o colégio conta com uma unidade do Projeto ABC Corte da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), de 1,98 hectares. Esse projeto tem por finalidade aumentar a produtividade em áreas de pastagens já existentes, diminuindo a necessidade da abertura de novas áreas e aumentando a rentabilidade da atividade pecuária.

A Unidade Demonstrativa é uma parceria entre o Colégio, a Embrapa e o Instituto de Desenvolvimento Rural (Ruraltins). A unidade de ensino também mantém uma unidade de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (2,2 hectares) em que, além da Embrapa e Ruraltins, tem a parceria da empresa Agricultura S. EPP.

O Colégio Agropecuário de Almas participa ainda de um experimento que anualmente avalia cerca de 24 cultivares de soja IPRO RR. O campo experimental, que tem cerca de 60 hectares, sendo 10 deles pertencentes ao colégio, é uma parceria com a empresa Agricultura S. EPP, que possibilita aos alunos participarem desde o preparo do solo até a colheita dos grãos.