Instalação de UTIs Covid em Porto conta com recursos da Assembleia Legislativa

  • 07/Abr/2021 18h08
    Atualizado em: 07/Abr/2021 às 18h10).

Encontram-se em fase de instalação dez leitos de UTI Covid na cidade de Porto Nacional. A ação resulta do empenho do Governo do Estado e dos deputados estaduais, especialmente os filhos daquela cidade. A previsão é de que as UTIs estejam funcionando no Hospital Regional de Porto Nacional (HRPN), ainda nesta primeira quinzena de abril.

A ação envolveu todos os parlamentares, principalmente o presidente Antonio Andrade (PTB) e os deputados Cleiton Cardoso (PTC), 1º vice-presidente; Léo Barbosa (SD), 2º vice-presidente; Valdemar Júnior (MDB), 2º secretário; Nilton Franco (MDB); Ricardo Ayres (PSB); e Professor Júnior Geo (PROS).

As obras de adequação dos leitos para instalações das UTIs foram feitas pelo Governo do Tocantins, com atenção especial do vice-governador Wanderlei Barbosa.

Com os novos equipamentos, os parlamentares estaduais contribuem assim para o processo de ampliação da assistência e melhor atendimento prestado aos portuenses, durante a pandemia do novo coronavírus.

“Temos contribuído, como podemos, a fim de que as ações necessárias para frear a pandemia não parem”, destacou Antonio Andrade.

"Além de destinar parte do nosso orçamento, temos apreciado e aprovado matérias voltadas ao combate da covid-19, direcionadas a todo o Tocantins. Não estamos medindo esforços”, explicou. A Assembleia destinou R$ 19 milhões do orçamento da Casa para gestões direcionadas ao combate do novo coronavírus no Tocantins.

“Fomos além, e fizemos redução no orçamento de todos os poderes (7,3%), chegando assim ao montante de R$ 100,2 milhões destinados à saúde. Todos precisaram dar sua contribuição neste momento”, pontuou Andrade.

O parlamentar reforçou, no entanto, que as medidas de prevenção devem continuar, tendo a população como coadjuvante. “É necessário o engajamento de todos os tocantinenses no respeito às normas de segurança, distanciamento social, uso de máscaras e de higienização", concluiu Andrade.