Vereadores de Palmas solicitam ampliação do grupo prioritário da vacina contra Covid-19

  • 06/Abr/2021 17h54
    Atualizado em: 06/Abr/2021 às 17h57).

Vereadores da Câmara Municipal de Palmas apresentaram nesta terça-feira, 6, requerimentos para ampliação do grupo prioritário para recebimento da vacina contra Covid-19. Os pedidos incluem na Fase 1 do grupo prioritário do plano municipal de operacionalização contra a Covid na cidade de Palmas: garis, coveiros, agentes funerários e pacientes oncológicos, pessoas com deficiência e pessoas em tratamento de Lúpus ou hemodiálise.

Laudecy Coimbra (SD) apresentou o requerimento que pede a inclusão dos pacientes oncológicos na lista do grupo prioritário para vacinação contra o novo coronavírus. “É uma situação preocupante porque pessoas têm interrompido o tratamento contra o câncer por medo de ir ao hospital, porque as cirurgias suspensas pela situação caótica que está no Brasil e, no Tocantins e em Palmas, não é diferente. O tratamento do câncer os deixa muito vulneráveis, por isso precisam da vacina para que possam retomar o tratamento”, analisou.

Assim também, Waldson da Agesp (Avante) solicitou a inclusão dos servidores da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviço Público. “Sabemos que essa Secretaria cuida da manutenção urbana da cidade e também existe um Decreto de como ela é essencial para o serviço de Palmas. Esses servidores estão constantemente trabalhando, nunca pararam e estão bem perto desse Covid”, disse.

Solange Duaillibe (PT) solicitou a inclusão dos coveiros e agentes funerários no grupo prioritário “Sabemos que essas pessoas têm diariamente contato com várias outras devido ao trabalho que desempenham, além do aumento do trabalho por causa da pandemia. Essas pessoas precisam ser imunizadas, são pessoas simples e humildes que precisam ter essa segurança para realizar seu trabalho”, defendeu ela.

A inclusão dos servidores que realizam a coleta de lixo residencial e garis foi requerida pelo vereador Joatan de Jesus (Cidadania). “Vejo esses profissionais incansáveis e, muitas vezes invisíveis, são profissionais tão importantes, que fazem a limpeza da cidade e correm muitos riscos de serem contaminados, pois têm contato com o lixo de várias residências e também estão expostos”, comentou.

Eudes Assis (PSDB) manifestou sua intenção de incluir as pessoas que realizam tratamento de hemodiálise e contra o Lúpus no grupo prioritário. “Na semana que vem irei apresentar esse requerimento, pois essas pessoas ficam muito vulneráveis”, comentou.

Daniel Nascimento (Republicanos) apresentou requerimento solicitando que o “município se adéque à prioridade nacional” e modifique a lista de vacinação para incluir pessoas com deficiência. “O Ministério da Saúde se manifestou a respeito, que pessoas com deficiência possuem risco de agravamento da doença e alto perigo de óbito devido a condições clínicas e demográficas, dentre outras fortes razões, que suplicam a prioridade na vacinação da Covid-19. É necessário estabelecer regras que protejam as pessoas mais vulneráveis à doença e é de suma importância assegurar o direito à saúde”, afirmou.