Parceria entre Tocantins e Minas Gerais para uso de sistema de dados turísticos foi confirmada nesta segunda-feira

  • 29/Mar/2021 14h46
    Atualizado em: 29/Mar/2021 às 14h48).

A Plataforma Integrada do Turismo (PIT) foi cedida sem ônus à gestão da Adetuc e ajudará na realização do inventário turístico, no planejamento e promoção do Estado.

A consolidação de uma importante parceria entre os governos do Tocantins e Minas Gerais foi confirmada nesta segunda, 29, com evento on-line para o início dos trabalhos na Plataforma Integrada do Turismo (PIT). Com transmissão ao vivo, a cerimônia também contou com a participação do Estado de Goiás e da Prefeitura de Palmas, que também aderiram à PIT. O Governo do Tocantins, por meio da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), assinou o Termo de Cessão em dezembro.

Em nome do presidente da Adetuc, Jairo Mariano, a superintendente do Turismo, Maria Antônia Valadares ressaltou a importância desta parceria com a Secretaria de Cultura e Turismo de Minas Gerais, e lembrou que a plataforma vai facilitar o trabalho com as sete regiões turísticas do Estado, que hoje envolvem 49 municípios. “Teremos uma troca significativa de dados, além de reforçar a parceria que já vem ocorrendo com Minas Gerais”, comemorou.

A cerimônia, que incluiu rápida apresentação da PIT, também contou com a participação do secretário de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira, da subsecretária de Turismo de Minas, Milena Pedroza, do presidente da Agência Estadual de Turismo de Goiás, Fabrício Borges Amaral, e do presidente da Agência de Turismo de Palmas (Agtur), Márcio Neres. E foi acompanhada pelos servidores da Adetuc, que passarão por treinamento on-line para implementação e uso da plataforma até quarta, 31.

A plataforma

Segundo Milena Pedrosa, o Governo de Minas Gerais tem uma política de regionalização consolidada e considera imprescindível compartilhar políticas públicas como esta. No Tocantins, o Governo do Estado, por meio da Adetuc, utilizará o sistema para realizar o inventário dos municípios já integrados ao Mapa do Turismo tocantinense, com levantamento e cadastro de todas as informações turísticas de cada localidade, como atrativos, hotéis, restaurantes, entre outros. A PIT também facilitará o planejamento de ações e a promoção do Estado.

De acordo com a Secult-MG, a PIT apresenta funcionalidades como sistema simples, intuitivo, fácil navegabilidade e acesso facilitado para diversos tipos de dispositivo; segurança da informação com preservação do conteúdo para Estado, IGRs e municípios; base ilimitada de conteúdos para criação ágil de websites promocionais e geração de conteúdo para planejamento de atividades, além do controle de pendências por meio de um painel geral para facilitar a concentração de esforços.

Outros oito estados brasileiros já implantaram o sistema que disponibiliza informações turísticas e planejamento territorial, e mais quatro já se preparam para a adesão, sendo que sua utilização é cedida gratuitamente.

“A regionalização das ações voltadas ao Turismo, à Cultura e à Economia Criativa é uma das orientações do governador Mauro Carlesse, e com esta plataforma teremos melhores condições de levantamento de dados e definição de políticas públicas direcionadas ao nossos municípios”, ressalta do presidente da Adetuc, Jairo Mariano.