Semarh alinha metodologias para o Plano Intermunicipal de Gestão dos Resíduos Sólidos do Consórcio Vale do Rio Manuel Alves

  • 02/Mar/2021 15h10
    Atualizado em: 02/Mar/2021 às 15h16).

Almas, Dianópolis, Porto Alegre, Rio da Conceição e Novo Jardim são os municípios que integram o Consórcio Vale do Rio Manuel Alves

Secretários Municipais de Meio Ambiente participaram nesta terça-feira, 2, por meio de videoconferência, do alinhamento de metodologias apresentadas pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), que vão auxiliar na elaboração do Plano Intermunicipal de Gestão dos Resíduos Sólidos do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável Vale do Rio Manuel Alves.

A secretária do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Miyuki Hyashida disse que a viabilidade dessas ações também se dão na racionalização de recursos humanos e tecnológicos, "já que, tendo apenas uma equipe poderá suprir a necessidade de todos os municípios que compõem o consórcio”, pontuou.

Durante a reunião, a Gerente de Resíduos Sólidos da Semarh, Hélia Azevedo Pacheco fez a apresentação das leis que regem a formação e gestão dos consórcios. “É importante que os municípios conheçam o amparo legal e se unam para gerar força e mais oportunidade de construir um aterro, além da facilidade de operacionalização”.

O Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável Vale do Rio Manuel Alves conta atualmente com recursos financeiros e um terreno que fica na divisa entre os municípios de Almas e Porto Alegre. Todo o estudo técnico que pode viabilizar a implantação do aterro já foi realizado, e os laudos sinalizaram que o local está apto a receber a implementação do aterro.

Segundo a secretária de Meio Ambiente do município de Almas - TO, Raquel Macedo, “primeiramente foi necessário conhecer como funcionava essa questão do consórcio para nos organizarmos e dar celeridade na efetiva implantação do aterro”. A secretária ainda frisa que “foi dado início na busca por um espaço e na elaboração do projeto para o recebimento financeiro no valor de três milhões de reais, provenientes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDS)”.

Ainda durante o encontro, foi apresentado um cronograma de trabalho que deve começar com um treinamento oferecido aos técnicos para o suporte na elaboração do Plano Intermunicipal de Gestão dos Resíduos Sólidos. O Workshop será realizado nos dias 14 e 15 de abril, e serão disponibilizadas cinco vagas por município, que preferencialmente devem ser destinadas a quem detenha conhecimento na área ambiental. As informações sobre o encontro serão divulgadas posteriormente nas plataformas virtuais da Semarh.

O Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável Vale do Rio Manuel Alves conta atualmente com a participação de cinco municípios: Almas, Dianópolis, Porto Alegre, Rio da Conceição e Novo Jardim.