Na Adetuc, secretária de Turismo de Peixe busca apoio para desenvolver o turismo da região

  • 08/Fev/2021 17h47
    Atualizado em: 08/Fev/2021 às 17h51).

Divulgação do município em feiras foi uma das solicitações da secretária de Cultura e Turismo.

No rio Tocantins há uma pedra. Batizada Pedra da Baliza, fica localizada no município de Peixe, a 330 km de Palmas. Circundada por uma pequena praia, reza a lenda que embaixo dela esconde-se um cacho de bananas de ouro. Esta lenda, contada ao presidente da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), Jairo Mariano, pela secretária municipal de Cultura e Turismo, Rosilene Pereira da Silva, mais conhecida como Rosa de Fogo, revela que Peixe ainda reserva muitas surpresas aos turistas.

Com o objetivo de buscar apoio do Governo do Estado para seu município, a gestora municipal, que também é chef de cozinha e empresária esteve na sede da Adetuc nesta segunda, 8. Segundo Rosa, uma das metas da Prefeitura para 2021 é manter um calendário de eventos que mantenha o turismo e a cultura local em movimento durante todo o ano, e não apenas durante a temporada de julho. Entre as atividades já programadas estão o Festival da Pesca, em maio, o aniversário da cidade, em junho, e um Festival Gastronômico previsto para o mês de setembro.

A gestora também defendeu uma maior divulgação do município nos eventos de turismo com parti-cipação do Governo, além de apoio à Prefeitura na realização de missões técnicas a municípios de outros estados onde o turismo está consolidado. “Não podemos viver somente de temporada de praia, precisamos mostrar à comunidade que o lago da Usina Peixe Angical é uma grande oportuni-dade de negócios, muito além da pesca”, ressaltou.

Jairo Mariano ressaltou a orientação do governador Mauro Carlesse de se criar uma política consis-tente de turismo. “O setor é uma das principais atividades econômicas do Estado, precisamos ligar o turismo à cultura e ampliar nossa divulgação”, pontuou o gestor, ao aceitar o convite de Rosa de Fogo para conhecer de perto o Arquipélago do Tropeço.

Peixe

Localizado na Região Turística da Ilha do Bananal, Peixe, completa 126 anos em 2021. A influência dos colonizadores à procura de ouro deixou costumes, lendas e tradições marcantes, sendo o único município do Tocantins a manter a tradição do Reizado, no mês de dezembro.

Um de seus atrativos naturais é o Arquipélago do Tropeço, um conjunto com mais de 360 ilhas e ilhotas que forma um arquipélago fluvial no rio Tocantins, com formas e tamanhos variados.