Requerimento de Eduardo Gomes para realização de sessão especial em homenagem aos 25 anos da TV Senado é aprovado

  • 17/Dez/2020 17h05
    Atualizado em: 17/Dez/2020 às 17h08).

O Plenário do Senado aprovou, nessa quarta-feira, 16, requerimento (RQS 2994/2020) do senador Eduardo Gomes (MDB-TO) para a realização de sessão especial no dia 5 de fevereiro de 2021, a fim de comemorar o 25º aniversário da TV Senado.

Na justificação do pedido, o senador recorda que, em 5 de fevereiro de 1996, entrou em funcionamento a primeira emissora legislativa de alcance nacional, com um pronunciamento do então presidente do Senado, José Sarney, que declarou: “Este serviço hoje inaugurado não é serviço para o Senado, mas para o povo brasileiro”.

Eduardo Gomes também destaca que, inicialmente, havia só 15 horas diárias de programação, transmitidas apenas para Brasília. Antes de completar um ano, o novo canal legislativo já transmitia 24 horas de programação, sete dias por semana, em sinal analógico, na TV a cabo e por parabólicas.

Hoje, o canal digital aberto da TV Senado está em 59 cidades, sendo 25 capitais. O sinal aberto do canal alcança 234 municípios e tem público potencial de 80 milhões de pessoas por meio da Rede Legislativa (parceria entre Senado, Câmara dos Deputados, Assembleias estaduais e Câmaras municipais). A emissora também pode ser vista por parabólica digital e TV por assinatura.

Na internet, o canal da TV Senado no YouTube transmite ao vivo a atividade legislativa da Casa — além de seus programas jornalísticos. Esse canal possui 640 mil inscritos e mais de 98 milhões de visualizações. O senador ressalta que, por meio de Facebook, Instagram e Twitter, a emissora interage com o público e busca promover ainda mais o conteúdo que produz.

“Em 2020, além do desafio comum a outras emissoras do país e do mundo de transpor atividades presenciais de produção e gravação para o trabalho remoto, a TV Senado fez parte da solução de transmissão do primeiro Sistema de Deliberação Remoto do mundo, implantado pelo Senado Federal em apenas sete dias, em 20 de março”, afirma Gomes. A homenagem, argumenta, é justificada pela “relevância democrática e pelos desafios elencados para o presente e futuro” da TV Senado. (Fonte: Agência Senado)