Carlesse recebe projeto pedagógico e libera emendas para implantar curso de Medicina no Bico do Papagaio

  • 15/Out/2020 15h00
    Atualizado em: 15/Out/2020 às 15h03).

O recurso será utilizado na estrutura e compra de equipamentos

Nessa quarta-feira, 14, o governador Mauro Carlesse, recebeu o Projeto Pedagógico do Curso (PPC) de Medicina da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), campus de Augustinópolis, na região do Bico do Papagaio, e assinou a liberação de emendas parlamentares que vão ser destinadas à estruturação e compra de equipamentos a seem utilizados para implantação do curso.

O Projeto Pedagógico passará por apreciação do Conselho Estadual de Educação (CEE), para assim prosseguir a abertura do curso no campus de Augustinópolis. Com a autorização, a Gestão Estadual se compromete no provimento de estrutura, de pessoal e de compartilhamento dos hospitais.

O governador destacou sua satisfação em poder gerar oportunidades ao povo tocantinense. “Hoje é um dia muito importante, o dia em que damos o passo que consolida a Universidade de Medicina no Campus de Augustinópolis. Estamos cumprindo o compromisso com o ensino superior. É um sonho já realizado, fazer com que o Tocantins tenha mais uma universidade de Medicina para poder atender a esses jovens que tanto precisam, a se formar e terem uma oportunidade, e ela está aqui. Vamos juntos”, destacou o governador.

O reitor da Unitins, Augusto Rezende, acredita que ainda esse ano o Conselho deve liberar o funcionamento do curso. “Com a liberação sendo dada pelo Conselho de Educação, que tem seus prazos a seguir, e nos adequando aos protocolos exigidos em questão da pandemia, temos a expectativa que em maio de 2021 possamos iniciar a primeira turma do curso de Medicina, oferecendo 40 vagas”, explicou.

O reitor lembra ainda que a equipe que atuará no curso será toda da região do Bico do Papagaio. “Esse curso contribuirá muito para o desenvolvimento da região do Bico do Papagaio. É um curso de ponta, tenho certeza que formaremos excelentes profissionais”, ponderou o reitor Augusto Rezende.

Continuidade

A secretária estadual da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar, destacou que é dever do Governo do Tocantins pensar na Educação Pública como um processo de continuidade. “É um sonho coletivo que vai impactar diretamente a vida de um aluno da escola pública. É muito triste quando a gente vê um aluno sonhar com a possibilidade de um curso de Medicina e os governantes que não pensam na possibilidade para esse aluno que se dedicou na rede pública o tempo todo e tem o acesso limitado a um curso tão sonhado. Essa oportunidade precisa ser ampliada”, disse a gestora da Educação.

Recursos

Na ocasião, o governador Mauro Carlesse já autorizou a liberação de R$ 2,5 milhões em recursos para o novo curso de Medicina oriundos de emendas parlamentares dos deputados estaduais Eduardo Siqueira Campos, Fabion Gomes, Amélio Cayres, Jair Farias e Ricardo Ayres.

Ainda durante a reunião, o deputado federal Carlos Henrique Gaguim, o senador Eduardo Gomes (por vídeo chamada), o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, Antônio Andrade, e a deputada Luana Ribeiro, também confirmaram que irão destinar emendas ao novo curso da Unitins.

“A gente sabe a dificuldade financeira que é para se fazer uma faculdade de Medicina, e hoje o governador está dando essa oportunidade para aquelas pessoas que um dia sonharam em um curso superior na região do Bico do Papagaio. Fico feliz em participar deste momento histórico. Sei que estamos em momento difícil, mas em um governo organizado não se tem dificuldade. Hoje o Tocantins entra para a história do Brasil. Parabéns a todos que estão ajudando a dar a oportunidade àquelas pessoas que vão poder realizar o seu sonho e o sonho de seus familiares”, afirmou o presidente da AL, deputado Antônio Andrade.