Deputados prorrogam estado de calamidade em cinco municípios e aprovam nome do pai do governador para o Hospital Geral de Gurupi

  • 23/Set/2020 12h02
    Atualizado em: 23/Set/2020 às 12h04).

Nas sessões ordinárias realizadas nessa terça-feira, 22, os deputados estaduais aprovaram a prorrogação de situação de calamidade pública decretadas por cinco municípios tocantinenses em função da pandemia de coronavírus. Os municípios em questão são: Colinas do Tocantins, Brejinho de Nazaré, Crixás, Centenário e Pequizeiro.

Desta forma, os prefeitos dos referidos municípios continuam com prerrogativas de adotar medidas urgentes, sem o processo de licitação, como por exemplo, na compra de equipamentos e contratação de pessoal. Porém, não está dispensada a prestação de contas dos gastos aos órgãos de controle, como o Tribunal de Contas do Estado (TCE-TO).

Na mesma sessão, ignorando a solicitação do Sindicato dos Médicos, para que a escolha recaísse no nome de um dos três médicos sugeridos, todos com larga folha de serviços prestados à comunidade gurupiense, foi aprovado um projeto de lei do deputado Olyntho Neto (PSDB) que denomina de Ivo Carlesse o Hospital Geral de Gurupi (HGG). Ivo Carlesse era o pai do governador Mauro Carlesse, e exerceu a atividade de agricultor no Paraná até o seu falecimento em 1974 aos 43 anos, muito antes da criação do Tocantins.