Taxa de ocupação hospitalar cai para 55,6% na Capital

  • 11/Set/2020 10h57
    Atualizado em: 11/Set/2020 às 11h04).

173 novos casos são registrados, desses, apenas um paciente está internado, os demais cumprem isolamento domiciliar

O Boletim Epidemiológico de Palmas da Secretaria Municipal de Saúde de Palmas, dessa quinta-feira, 10, registra queda na taxa de ocupação hospitalar na Capital que atualmente é de 55,6%. A Edição Nº 175 do Boletim registra ainda 173 novos casos de Covid-19 sendo 94 mulheres e 79 homens, e dois óbitos de duas pessoas idosas, uma de 75 anos e outra de 62 anos de idade, ambas com hipertensão e diabetes; com isso, a Capital contabiliza agora 111 óbitos pela doença.

A Vigilância Epidemiológica de Palmas informa que, após 179 dias de resposta, até as 12 horas do dia 10 de setembro de 2020, totalizam 56.025 notificações para síndrome gripal (SG), onde estão incluídos também os casos suspeitos para Covid-19, sendo: 16.023 descartados e 13.966 casos confirmados (números acumulados) para Covid-19.

Dos novos casos, 173 pacientes estão em isolamento domiciliar e um hospitalizado.

Internações

Em Palmas, 150 pessoas estão internadas por causas ligadas à Covid-19. Desse número, 92 (61,3%) são residentes de Palmas e 58 (38,7%) são moradores de outras cidades/estados.

A taxa de ocupação hospitalar de Palmas é de 55,6% no Boletim Epidemiológico desta quinta-feira. Os leitos clínicos públicos e privados estão com taxa de ocupação de 45,1%. Já os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) têm a taxa de ocupação de 69,2%.

Sobre os leitos de estabilização das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), o Boletim mostra que a taxa de ocupação da UPA Norte é de 16,7% e 11,1% na UPA Sul, até o fechamento desta edição.

Testes

Do total de testes realizados, o Boletim revela que o Laboratório Municipal de Palmas testou 372 pacientes (73 positivos), o Laboratório Central do Estado (Lacen-TO) realizou 62 testes (35 positivos) e a rede privada e as farmácias testaram 66 pacientes (todos positivos).