Prefeito de Santa Rosa quer usar recursos da Lei Aldir Blanc para realização do tradicional Festival de Música Folclórica

  • 28/Ago/2020 17h17
    Atualizado em: 28/Ago/2020 às 17h24).

O prefeito de Santa Rosa do Tocantins, Ailton Araújo, esteve nesta sexta-feira, 28, na Adetuc, onde reuniu-se com o presidente da Agência, Tom Lyra, em busca de informações a respeito da Lei Aldir Blanc que disponibiliza recursos emergenciais para o setor cultural, Na oportunidade, o secretário informou os critérios para obtenção do auxílio emergencial por meio da Lei Aldir Blanc.

De acordo com o prefeito Ailton Araújo, o Festival de Música Folclórica do município chega a sua 18ª edição, e que devido a pandemia do novo coronavírus, esta edição será realizada de forma virtual para evitar aglomerações e proliferação da doença. “Nossa intenção é realizar o primeiro festival de música folclórica online, então com advento da Lei Aldir Blanc, queremos o aproveitamento desses recursos e parceria do Governo para realização do evento para a valorização dos nossos foliões, respeitando os protocolos sanitários de controle da Covid-19”, comentou.

Segundo o prefeito, o evento é realizado, todos os anos, no mês de maio, mas em função da pandemia será realizado no período de 31 de outubro a 1º de novembro. O evento reune participantes de 16 cidades da região sudeste e de outros Estados, e visa preservar as tradições tocantinenses a exemplo das folias de Reis, do Divino Espírito Santo, de N.Sra. do Livramento, além das congadas, dança de tambor, dentre outros. “O evento fomenta o turismo e movimenta a economia da nossa região, reunindo mais de 15 mil pessoas no período do festival”, destacou Araújo.

Segundo Tom Lyra, “Ailton foi o primeiro prefeito a nos trazer propostas para obter os benefícios da Lei Aldir Blanc. Essa atitude é muito importante, pois demonstra o compromisso dele com seu município na preservação da cultura local. A Adetuc está à disposição dos municípios para prestar esclarecimentos e apoio necessário”, afirmou Lyra.

Lei Aldir Blanc

A Lei prevê ajuda emergencial ao setor cultural por conta dos impactos da pandemia do coronavírus (Covid-19). Para o Tocantins, a previsão de repasse é em torno de R$ 35 milhões, dos quais 20% serão destinados a chamadas públicas de apoio a projetos culturais, prêmios e aquisições de bens e serviços.