Prazo para comprovação de vacinação contra febre aftosa encerra no próximo dia 31

  • 25/Ago/2020 14h48
    Atualizado em: 25/Ago/2020 às 14h50).

Quem deixar de declarar a vacinação pagará multa e pode sofrer outras sanções previstas em lei.

A Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) alerta aos produtores rurais do Estado para ficarem atentos ao fim do prazo obrigatório para declaração da primeira etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa que encerra na próxima segunda-feira, 31 de agosto.

Para fazer a declaração, o produtor rural deve apresentar a nota fiscal da compra da vacina e a carta-aviso preenchida. A multa para quem deixou de vacinar é de R$ 5,32 por animal e R$ 127,69 por propriedade não declarada, além de outras sanções.

"O Tocantins sempre alcançou altos índices de cobertura vacinal contra a aftosa, graças ao compromisso dos nossos produtores rurais, por isso, alertamos aqueles que ainda não declararam a vacinação que procure os escritórios da Adapec esta semana e se regularizem," afirmou o presidente da Agência, Alberto Mendes da Rocha.

Nesta etapa, a expectativa é de que tenham sido vacinados cerca de 8,5 milhões de animais de todas as faixas etárias. O Estado conta com mais de 56,4 mil pecuaristas vinculados à exploração pecuária. A vacinação contra aftosa encerrou no dia 15 de junho.