Sobe para sete o número de casos confirmados da COVID-19 na Capital

  • 24/Mar/2020 10h50
    Atualizado em: 24/Mar/2020 às 10h54).

Nesta segunda-feira, 23, o Boletim Epidemiológico do Coronavírus (Covid-19) contabiliza 47 casos investigados, descarta 37 e confirma sete (07) casos em Palmas. Diariamente, no início da noite, o Centro de Operações de Emergência em Saúde (COE-Palmas Covid-19) publica o documento para informar à população sobre os efeitos da pandemia e a real situação aqui na Capital.

Prefeitura adota mais medidas preventivas

Na noite do último domingo, 22, foi publicado o Decreto Nº 1.864/2020 que atualiza o Decreto n° 1.856, de 14 de março de 2020, determinando que devem permanecer fechados shopping centers, lojas e comércios em geral, inclusive casas de material de construção, distribuidoras de bebidas que mantenham venda a varejo em balcão, lojas de conveniência de postos combustíveis e concessionárias de automóveis.

A medida também abrange casas lotéricas, mototáxi e embarcação do tipo flutuante. O transporte coletivo urbano e rural, de caráter público ou privado, só poderá ocupar metade da capacidade de usuários sentados.

Velório e cortejo fúnebre

O decreto proíbe também a presença de pessoas, além do terceiro grau de parentesco, em velórios e cortejos fúnebres. E também nesses ambientes devem ser tomadas as medidas de proteção preventiva como o uso de máscaras, a disponibilização de álcool 70% e obedecido o distanciamento entre as pessoas.

Festas em residências

Festas em residências com a aglomeração de pessoas também estão suspensas. O descumprimento do contido neste artigo sujeitará, conforme o caso, às penalidades administrativas, cíveis e criminais, inclusive cassação de alvará, para atividades comerciais, na hipótese de reincidência.

Limite para compra

A redação atualizada estabelece que para cumprir o previsto no Decreto, fica estabelecido que os fornecedores de alimentos, remédios e congêneres devem: fixar limites quantitativos para aquisição de bens essenciais à alimentação, saúde e higiene, primando o bem comum da população; horários ou setores exclusivos para o atendimento de idosos, bem como a limitação de entrada de pessoas por vez, de acordo com o tamanho do estabelecimento, para resguardar a saúde pública.

Outros estabelecimento privados

Para a manutenção de atividades internas em estabelecimentos privados, deverá ser respeitada a distância mínima de 2 metros entre as mesas de trabalho, bem como serem estabelecidos pelos gestores ou chefes de unidades, sempre que possível, escala de revezamento para evitar a junção de grande número de pessoas nos mesmos horários.

Transporte de passageiros

Já o serviço de transporte coletivo urbano e rural, bem como transporte em veículos via aplicativos e táxi são obrigados: à realização de limpeza minuciosa diária dos veículos com a utilização de produtos que impeçam a propagação da Covid-19; higienização do sistema de ar-condicionado; disponibilização em local de fácil acesso aos passageiros, preferencialmente na entrada e na saída dos veículos, de álcool em gel 70%; manutenção de alçapões de teto e de janelas abertas para manter o ambiente arejado, sempre que possível.