Educadoras encontram na escola motivação para cuidar do seu bem-estar

  • 05/Mar/2020 11h58
    Atualizado em: 05/Mar/2020 às 12h01).

Quem conta suas experiências é a gestora Luciana Coderliquo e a coordenadora pedagógica Divina Eterna Oliveira

Na sociedade contemporânea e tecnológica com tantas exigências na vida da mulher, a gestora Luciana Cordeliquo de Aristeu, da Escola Estadual Arlinda Rosa, localizada em Couto Magalhães, revela como consegue trabalhar, cuidar da família, da casa e ainda reservar um tempo para o ciclismo e ser feliz.

Luciana tem 20 anos de educação, atuou em todas as funções pedagógicas da escola, agora, administra uma instituição de ensino com 104 alunos. Mas, além de todas as atividades, Luciana tem o cuidado de olhar para cada servidora, de reservar um minuto para escutar. “Procuramos desenvolver o nosso trabalho de forma coletiva, é uma ajudando a outra, sempre estamos incentivando as colegas e amigas a melhorarem a autoestima, a cuidarem da saúde e a praticarem exercícios físicos”, contou.

Mãe de três filhos, Luciana tem uma vida corrida. Cedo chega à escola para verificar assuntos financeiros, pedagógicos, administrativos e dar uma atenção especial aos alunos e ainda reservar tempo para conversar com as famílias. E corre para casa, para preparar o almoço e outros afazeres domésticos. “Tem dia que sinto que eu preciso de ajuda, de um tempo para conversar e para refletir”, frisou.

Luciana cursou graduação Normal Superior e Educação Física e fez pós-graduação em educação infantil e disse que ama a educação e se emociona com cada avanço que presencia.

E nos momentos de folga, ela integra o grupo de ciclismo Tartarugas do Pedal, em que pratica o esporte na companhia de um filho, da mãe, da irmã e outros membros da família.

Educadora busca no autoconhecimento equilíbrio para vencer desafios

Divina Eterna da Silva Oliveira, que trabalha como coordenadora pedagógica no Colégio Estadual Major Juvenal, em Tabocão, revela que encontra no autoconhecimento fórmulas para vencer desafios e frustrações da vida.

Divina é casada, é mãe de três filhos e, como todas as educadoras, encontrou dificuldades para conciliar a profissão com a maternidade e o casamento, mas não desanimou, ela buscou soluções no próprio entendimento da vida e na observação dos seus limites. Atualmente, ela faz o possível para ajudar outras mulheres a encontrarem o equilíbrio e a serem felizes.

Divina nasceu na cidade de Barcilândia, a 200 km de Goiânia. Quando estava com cinco anos, os seus pais se mudaram para a região de Tabocão. O seu gosto pelo ensino teve início aos 15 anos, quando começou a lecionar para uma turma do pré-escolar numa escola municipal e ministrava aulas como professora particular para crianças com dificuldades de aprendizagem.

A educadora é formada em pedagogia, tem especialização em orientação educacional e coordenação pedagógica. Divina trabalha no Colégio Estadual Major Juvenal, desde 1992 e, lá, atuou como orientadora, gestora e, há seis anos, trabalha como coordenadora educacional.

Divina se destaca por desenvolver suas atividades com competência e com a consciência de que suas tarefas contribuem para que a escola tenha sucesso. As atribuições de um coordenador pedagógico abrangem professores, estudantes, familiares dos alunos e acompanhar a execução do Projeto Político Pedagógico (PPP). “É gratificante receber o reconhecimento dos colegas de serviço, dos pais e dos próprios alunos. E me emociono todos os anos, quando vejo nossos alunos obtendo bom desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio e conquistando uma vaga na faculdade por meio do Programa Universidade para Todos (Prouni) e do Sistema de Seleção Unificada (Sisu)”, ressaltou.

“Divina é uma mulher incrível, inteligente, dinâmica e arrojada. Uma profissional extremamente responsável, competente, tudo que chega até suas mãos é executado com maestria”, comentou a diretora da escola, Hellen da Silveira.

A educadora deixa um recado para as outras mulheres, mesmo com a vida corrida, ela encontra motivos diários para ser feliz. “Procuro sempre sair para um lazer saudável com minha família. Uma vez por mês vamos a Palmas para ir à praia ou ao shopping. Sou uma mulher muito feliz e realizada”. (Josélia de Lima-Governo do Tocantins)