Audiência pública realizada pela Aleto elenca ações para despoluição do lago da UHE

  • 21/Fev/2020 11h50
    Atualizado em: 21/Fev/2020 às 11h53).

A audiência pública realizada pela Comissão de Minas, Energia, Meio Ambiente e Turismo da Assembleia Legislativa do Tocantins (Aleto), na tarde desta quinta-feira, 20, com representantes da BRK Ambiental, elencou algumas ações para proteção do reservatório da Usina Hidrelétrica Luiz Eduardo Magalhães. O objetivo da audiência, a princípio, era obter esclarecimentos sobre a grande quantidade de algas dispersas no lago, decorrente do derramamento de esgoto sem tratamento adequado no Córrego Machado e no Ribeirão Taquaruçu, que desaguam no reservatório.

Convocada pela deputada Cláudia Lelis (PV), presidente da Comissão, atendendo a requerimento de urgência de autoria dos parlamentares Léo Barbosa (SD) e Ricardo Ayres (PSB), a audiência pública elencou algumas ações para proteção do reservatório. Entre elas, a cobrança, por parte da Comissão de Minas, Energia, Meio Ambiente e Turismo, para que o Conselho Estadual do Meio Ambiente (Coema) aprove o plano elaborado pela Universidade Federal do Tocantins, com 40 ações para proteção do lago, envolvendo todos os municípios beneficiados por ele.

Outro indicativo importante foi a destinação de recursos, por meio de emendas parlamentares, para o laboratório de análises da água e do solo da Universidade Federal do Tocantins (UFT), a fim de que atue com independência e municie os órgãos de fiscalização e controle. Atualmente todo o serviço de análise da água que abastece a população de Palmas e das cidades servidas pela BRK é feita apenas pelo laboratório da própria empresa.

Além dos diretores da BRK Ambiental, participaram da audiência, os deputados Leo Barbosa (SD), Ricardo Ayres (PSB), Elenil da Penha (MDB), Júnior Geo (PROS), Vanda Monteiro (PSL) e Luana Ribeiro (PSDB); representantes de órgãos públicos municipais e estaduais; do Ministério Público; Defensoria Pública; Secretaria da Segurança Pública; técnicos da área de meio ambiente e de associações de moradores da região sul de Palmas. (Fonte: Dicom/AL)