Após vistoria, MPTO expede recomendações e Governo anuncia reforma no Hospital e Maternidade Dona Regina

  • 14/Fev/2020 20h09
    Atualizado em: 14/Fev/2020 às 20h15).

O Ministério Público do Tocantins (MPTO), após vistoria realizada na terça-feira, 11, onde foram constatados problemas estruturais, expediu, nesta quinta-feira, 13, recomendação ao secretário estadual da Saúde orientando que seja adotada uma série de providências relativas à prevenção e ao combate a incêndios e situações de pânico no Hospital e Maternidade Dona Regina, de Palmas.

A recomendação aponta a necessidade de reforma no prédio do hospital, para adequações relacionadas à segurança, orientando que seja providenciada, o mais breve possível, toda a documentação necessária para o início das obras.

Nesta sexta-feira, 14, o Governo do Estado, anunciou que vai reformar o Hospital Dona Regina, com investimentos de cerca de R$ 3 milhões em obras que envolverão instalações elétricas, hidráulicas em áreas de ambientação e de recuperação, visando a humanização dos serviços prestados na maior maternidade do Estado.

A adjudicação e homologação da tomada de preços foram publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) dessa quinta-feira, 13, tendo como critério de julgamento o menor preço. O resultado, proferido pela Comissão Permanente de Licitação da Secretaria de Infraestrutura, cidades e Habitação (Seinf), teve como vencedora e empresa Só Terra Construções e Projetos Ltda.

“Nas próximas semanas se resolverão todos os trâmites jurídicos para assinatura de contrato e início da primeira etapa da reforma, definida com alinhamento entre a Diretoria de Arquitetura e Engenharia dos Estabelecimentos de Saúde e a empresa vencedora, de acordo com setores prioritários”, disse Rosimeire Duarte, diretora de Arquitetura e Engenharia da SES.

Conforme a SES o hospital funcionará normalmente no período de reforma, sem desassistência aos usuários. O projeto referente à reforma da unidade foi totalmente aprovado pelo Corpo de Bombeiros Militar.