Parque do Jalapão completa 19 anos registrando aumento de 14,16% no número de visitantes em 2019

  • 13/Jan/2020 15h20
    Atualizado em: 13/Jan/2020 às 15h28).

O Parque Estadual do Jalapão completou 19 anos de criação no dia 12, domingo. Segundo informações da Diretoria de Biodiverside e Áreas Protegidas, foi registrado aumento de 14,16% no número de visitantes em 2019, em comparação com o ano de 2018.


O Parque Estadual do Jalapão (PEJ) fechou o ano de 2019 com total de 39.466 visitantes, 4.894 (14.16%) a mais que os 34.572 de 2018. Segundo balanço divulgado pela Diretoria de Biodiversidade e Áreas Protegidas, o aumento é bem menor que o registrado em 2018 em relação a 2017 (20.212), que foi de 71,05%. O Parque do Jalapão completou neste domingo, 12, 19 anos de sua criação.

Para o diretor de Biodiversidade e Áreas Protegidas, Warley Carlos Rodrigues, esta redução no aumento mostra uma estabilização nesta escalada. “De 2017 para 2018 o aumento foi grande devido à exposição do Jalapão numa novela pela TV, com seis meses de exposição diária entre outubro de 2017 e maio de 2018”, aponta.

Em 2019, o mês com maior visitação foi em julho, com 6.567 pessoas registradas no Parque do Jalapão. Já o mês com menor número de visitantes foi fevereiro, com o registro de apenas 1.386 pessoas. Em março, com o Carnaval no início do mês, o PEJ recebeu 3.017 pessoas.

Warley Rodrigues destaca que estes números mostram que as visitações em 2019 tiveram números bem estáveis, com o mês de julho registrando uma grande alta, cerca de 3 mil a mais que nos outros meses e fevereiro com uma grande baixa . “O mês de julho tradicionalmente tem mais visitantes no Jalapão porque é uma boa opção para o pessoal do sul e sudeste, que enfrentam temperaturas mais baixas nesta época do ano”, analisa.

Saiba mais

O Parque Estadual do Jalapão (PEJ), criado pela Lei Estadual 1.203 de 12 de janeiro de 2001, pertence à categoria de Unidades de Conservação de Proteção Integral do Estado do Tocantins. Com área concentrada no município de Mateiros, fazendo divisa apenas com o município de São Felix do Tocantins.

A partir de Palmas, Capital do Estado, o acesso terrestre ao Parque Estadual do Jalapão pode ser feito de duas maneiras. Pelo Norte, o acesso se dá através das rodovias TO – 020, trecho Palmas - Novo Acordo (115 km), TO - 030, trecho Novo Acordo - São Félix do Tocantins (147 km), seguindo-se depois pela rodovia TO - 110 entre São Félix do Tocantins e Mateiros (79 km). Pelo Sul, o caminho entre Palmas e o PEJ percorre trechos de rodovias pavimentadas como a TO-050 até Porto Nacional (60 km), que dá acesso à rodovia parcialmente pavimentada TO - 255, que passa por Ponte Alta do Tocantins (135 km de asfalto) até atingir o município de Mateiros (165 km de terra).

O PEJ tem uma área de mais de 158 mil hectares e está situado na área nuclear da macro-região do Jalapão, sendo envolvido pela APA Jalapão (com 467 mil hectares) e tendo estreita relação de distância com a ESEC Serra Geral do Tocantins ao sul (com 716 mil hectares) e o PARNA das Nascentes do Rio Parnaíba a nordeste (com quase 730 mil hectares). (Fonte: Plano de Manejo – www.gesto.to.gov.br)

Agendamento visitas

A Diretoria de Biodiversidade e Áreas Protegidas avisa que as visitas às Dunas no período da manhã estão sendo feitas sob agendamento prévio com, no mínimo, dois dias de antecedência. O agendamento pode ser feito através do telefone (63) 3534-1072, no horário das 8 às 14 horas ou pelo email: pejalapao@naturatins.to.gov.br.

Voluntários

Os interessados em trabalhos voluntários em áreas de unidades de conservação podem obter orientação na Diretoria de Biodiversidade e Áreas Protegidas, no telefone (63) 3218-2677 ou via e-mail: dbap@naturatins.to.gov.br. Para mais informações sobre a APA do Jalapão e o Parque Estadual do Jalapão entre em contato no (63) 3534-1072.


Governo busca ordenamento dos atrativos

Considerando que o Jalapão é uns destinos mais procurados pelos turistas que visitam o Tocantins, o secretário da Indústria, Comércio e Serviços (Sics) e responsável pela Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), Tom Lyra, e o presidente Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), Sebastião Albuquerque Cordeiro, além de técnicos das duas pastas, estiveram reunidos nesta segunda-feira, 13, na sede do órgão, com objetivo de discutir o ordenamento dos atrativos do Parque Estadual do Jalapão para melhorar ainda mais a qualidade dos serviços e o acolhimento dos turistas que visitam a região.

No encontro, foi discutido ainda uma maior integração nas ações entre Adetuc e Naturatins no Jalapão a fim de organizar as ações conjuntas a respeito da fiscalização, segurança e cumprimento das normas para visitação nos atrativos, garantindo a preservação ambiental e mais conforto para os turistas que visitam o Jalapão.

Tom Lyra destacou a importância da realização de cursos para formação de brigadistas junto às empresas e agências que operam na área de turismo da região para cooperarem na prevenção de incêndios, além da orientação junto aos visitantes das normas para visitação, a exemplo da proibição da entrada de pets nas dunas e na fazenda Triago. “A ideia é reformar as observações de uso desses atrativos, além de realizar cursos de qualificação via Adetuc junto aos restaurantes para formação de chefes de cozinha de cidades da região do Jalapão a fim de oferecer um serviço gastronômico que atenda com satisfação os visitantes”, explicou Lyra.

Para o presidente do Naturatins, essas discussões são fundamentais, pois visam o compartilhamento de ideias para melhoramento das ações voltadas ao turismo sustentável. “Buscamos envolver os gestores municipais das cidades localizadas na região do Jalapão para que, juntos com o governo, possamos encontrar soluções para um ordenamento do turismo por meio de regulamentações de ações para garantir a segurança e preservação do meio ambiente, com intuito de obtermos resultados positivos para o Governo e satisfação aos visitantes dos atrativos do Jalapão”, considerou Sebastião Albuquerque Cordeiro. (Fonte: Secom/TO)