Pioneiros se emocionam ao contar suas histórias durante audiência pública em Brasília

  • 29/Nov/2019 10h52
    Atualizado em: 29/Nov/2019 às 10h56).
Pioneiros se emocionam ao contar suas histórias durante audiência pública em Brasília Foto: Kellen Gomes/ Gabinete

Um dia para conhecer a História, ouvir relatos, reencontrar os colegas e, juntos lutar pelo reconhecimento dos seus direitos. A Audiência Pública na Comissão Especial que analisará a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 397/2017, que aconteceu em Brasília, na terça-feira, 26, foi marcada por lágrimas e comoção. Conhecidos como Pioneiros do Tocantins, os primeiros servidores públicos no Estado, participaram do debate.

Em lágrimas, Hélio Freitas narrou a trajetória vivida por eles. O auditor fiscal homenageou os colegas que já morreram e fez um apelo aos deputados da Comissão.

“São mais de 20 anos de luta, o que abrange 1/3 das vidas profissionais destes homens, em um Estado que tem como slogan, ¬A Livre Iniciativa e Justiça Social, mas esqueceram desta injustiça”, e concluiu: “eu acho que Deus nos ouviu, só de estarmos aqui, acredito que vamos conseguir virar esta página cinzenta da história”.

“Fomos perseguidos e injustiçados. Me sinto como um noivo abandonado no altar”, disse o pioneiro Wesley Mendonça ao relatar o seu sentimento. Já Sebastião Bismarque, mencionou que a Portaria 020/97 separa quem realmente esteve lá quando o sonho foi sonhado, “quem acreditou, quem trabalhou sem condições foi penalizado, em algum momento, por questões políticas”.

Defensor da PEC, na Câmara dos Deputados, Vicentinho Júnior (PL-TO), agradeceu a participação dos pioneiros que vieram de longe para acompanhar a audiência, ressaltou o empenho dos deputados do Tocantins em relação a pauta e reforçou que este é um momento que entrará para a História como a oportunidade de um recomeço.

O deputado federal Célio Moura (PT-TO), disse que os parlamentares não medirão esforços para garantir que todos aqueles que lutaram pelo Tocantins sejam respeitados.
“Não vamos nos omitir diante de um compromisso histórico”, pontuou.

Professora Dorinha (DEM-TO), reforçou o desejo em resolver, passar a limpo e reescrever a História do Tocantins. O deputado federal Osires Damaso (PSC-TO) parabenizou o colega de bancada, deputado federal Vicentinho Júnior (PL-TO) pela determinação nesta pauta.

Entenda

Exclusiva ao Tocantins, a (PEC) 397/2017, foi apresentada pelo senador Vicentinho Alves e visa convalidar os atos administrativos praticados no Estado de 1° de janeiro de 1989 a 31 de dezembro de 1994. (Ascom do deputado Vicentinho Jr)