Ruraltins e parceiros reúnem produtores de alevinos para fortalecer atividade no sudeste do Estado

  • 25/Nov/2019 19h08
    Atualizado em: 25/Nov/2019 às 19h10).
Ruraltins e parceiros reúnem produtores de alevinos para fortalecer atividade no sudeste do Estado Foto: Ruraltins/Governo do Tocantins

Com o objetivo de promover mais conhecimento e fortalecer o setor de alevinagem na região sudeste do Estado, o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), por meio da Regional de Taguatinga, em parceria com a Porto Franco Piscicultura e a empresa de nutrição animal Socil, promoveu o Encontro de Produtores de Alevinagem. O evento ocorreu na sexta-feira, 22, na zona rural de Dianópolis, e alcançou o objetivo esperado, contando com a participação de cerca de 30 produtores da região.

Durante o encontro os participantes tiveram a oportunidade de trocar experiências e aperfeiçoar os conhecimentos com abordagens sobre Alevinagem na Prática, Nutrição e Extensão Rural e visita técnica ao viveiro de alevinos desenvolvido na Usina Hidrelétrica Porto Franco.

O técnico do Ruraltins, Lindomar Pereira Cardoso, falou sobre as atividades realizadas pelas equipes locais da região sudeste no decorrer do ano para o fortalecimento da cadeia, desde a realização de feiras, seminários, cursos, capacitações, intercâmbio, crédito, bem como a aplicação do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o apoio ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), que de forma indireta proporciona o crescimento da atividade. Já o engenheiro de Pesca do Instituto, Diego Barrios Ferreira Antunes, apresentou o Censo da Piscicultura, os principais sistemas de criação e as espécies de peixes mais cultivadas no Estado.

“O principal foco do evento foi mostrar aos produtores as oportunidades que a atividade proporciona, bem como o processo e preparação de um alevino de qualidade até que chegue aos viveiros para engorda. E nós do Ruraltins mostramos ao produtor mais um caminho, ou seja, alternativas viáveis de trabalho para que possam ser implantadas na região sudeste e, com isso, desenvolvermos cada dia mais a atividade”, explicou Lindomar Pereira.

Ainda no encontro, o representante da empresa Socil, Alberto Damasceno, abordou sobre Nutrição na Piscicultura, e em seguida o gerente de produção da Porto Franco, Calixto Almada, abordou os temas Processo de Alevinagem, Manejo no Transporte e, para finalizar, proporcionou uma visita ao laboratório de produção de alevinos, desenvolvido em uma área da Usina Hidrelétrica Porto Franco.

Censo da Piscicultura no Tocantins

De acordo com o Censo da Piscicultura, divulgado este ano pelo Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), o maior Estado fornecedor de alevinos para os produtores é o Tocantins, sendo povoados 11,6 milhões de alevinos, em 2017, e consumidas 16 mil toneladas de ração entre as propriedades criadoras de pescado.

Já o setor da piscicultura no Tocantins produz 14.328 toneladas de pescado por ano, com 1.099 produtores atualmente em atividade. O estudo, concluído no ano de 2018, mostrou que a cadeia produtiva está presente em 117 municípios do Estado, tendo como maior produtor de peixes o município de Almas, com 8,3 mil toneladas/ano, seguido por Dianópolis, 1,1 mil toneladas, e Porto Nacional, com 1,08 mil toneladas/ano. O setor movimentou R$ 92,8 milhões no ano de 2017. (Fonte: Secom/TO)