Com oito medalhas e final ‘caseira’, Badminton do Tocantins faz história nos Jogos Escolares da Juventude

  • 25/Nov/2019 10h18
    Atualizado em: 25/Nov/2019 às 10h25).
Com oito medalhas e final ‘caseira’, Badminton do Tocantins faz história nos Jogos Escolares da Juventude Foto: Márcio Vieira/Governo do Tocantins

O segundo bloco de competições ainda nem terminou e o Badminton do Tocantins já faz história nos Jogos Escolares da Juventude em 2019. Já são oito medalhas garantidas, cinco de bronze e três finais a disputar, incluindo uma inédita final “caseira”, nas duplas mistas 12 a 14 anos, o que coloca esta como a melhor participação do Estado na maior competição interescolar do Brasil.

O domingo foi de muitas decisões nas quadras montadas no pavilhão da Vila Germânica, em Blumenau. Com disputas acirradas, os atletas tocantinenses foram avançando na competição, até a garantia das sonhadas medalhas. E não foram poucas.

Como no Badminton não existe disputa de terceiro lugar, a classificação para as semifinais já garantia aos competidores a medalha de bronze, além da expectativa por uma vaga na grande final. Com isso, todos os seis atletas tocantinenses, tanto na categoria 12 a 14 anos como na 15 a 17 anos, conseguiram medalhas em alguma das modalidades (simples e duplas masculina, feminina e mista). Já no final da manhã, sete bronzes já estavam nas mãos dos atletas do Tocantins.

Mas as grandes emoções vieram no período da tarde, com as decisões que levariam às finais. Quis a competência dos professores e dos atletas que a final da dupla mista 12 a 14 anos fosse disputada por dois grupos de tocantinenses. Tanto a dupla formada por Thiago Lima e Juliana Coutinho, como a composta por Rodrigo Gomes e Aline Silva conseguiram vencer seus adversários nas semifinais e irão disputar a medalha de ouro dos Jogos Escolares da Juventude.

“Estou nervosa com a final e preocupada por ser com meus amigos do Tocantins. Agora eu pretendo descansar e me preparar para o jogo de amanhã, que vai ser muito difícil”, disse Juliana, que também conquistou um bronze na categoria simples feminino 12 a 14 anos.

Além das duplas mistas, o Tocantins chegou a finais no simples masculino com Gustavo Cerqueira, no 15 a 17 anos, e Thiago Lima, no 12 a 14 anos, destacando o trabalho desenvolvido pelo professor Adaziel Medrado e Rafael Fontoura, junto aos estudantes das Escolas Estaduais Carmênia Matos Maia e Domingos Carrerot, de Porto Nacional.

“Acredito que esse seja o melhor final de semana da minha vida como técnico de Badminton. Poder ver nossos atletas chegando a tantas finais e conquistando medalhas é gratificante, especialmente por ver essa final entre as nossas duplas mistas”, destacou Adaziel.

Confira abaixo as medalhas e disputas no Badminton

Medalha de Bronze

Dupla mista 15 a 17 anos

Gustavo Cerqueira e Eliane Almeida

Dupla feminina 12 a 14 anos

Juliana Coutinho e Aline Sila

Simples masculino 12 a 14 anos

Rodrigo Gomes

Simples feminino 12 a 14 anos

Juliana Coutinho

Finais

Dupla mista 12 a 14 anos


Thiago Lima e Juliana Coutinho x Rodrigo Gomes e Aline Silva

Simples masculino 15 a 17 anos

Gustavo Cerqueira

Simples masculino 12 a 14 anos

Thiago Lima

Semifinais (segunda-feira, 25)

Dupla masculina 12 a 14 anos

Thiago Lima e Gustavo Gomes

Jogos Escolares 2019

Repetindo a fórmula implantada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) em 2018, neste ano, os Jogos Escolares da Juventude também foram divididos em três etapas regionais – realizadas em Blumenau (contemplando os estados das regiões Sul e Sudeste, mais Mato Grosso do Sul e Goiás), Natal (contemplando os estados da região Nordeste) e em Palmas (com os estados da região Norte, mais Mato Grosso e Distrito Federal).

Já a etapa nacional vai até dia 29 de novembro, em Blumenau, que foi sede de uma das regionais. Na cidade catarinense, os atletas e equipes do Tocantins competem em 10 modalidades, sendo elas: Atletismo, Badminton, Basquetebol, Ciclismo, Ginástica Rítmica, Judô, Natação, Tênis de Mesa, Xadrez, Vôlei de Praia. (Fonte: Secom/TO)