Começa em Palmas I Fórum do Patrimônio Cultural do Tocantins

  • 06/Nov/2019 11h52
    Atualizado em: 06/Nov/2019 às 11h56).
Começa em Palmas I Fórum do Patrimônio Cultural do Tocantins Foto: Divulgação

Foi ao som da viola de buriti, tocada por Expedito Ribeiro da Costa, um violeiro da região do Jalapão, que teve início a programação do I Fórum do Patrimônio Cultural do Tocantins. O evento, promovido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), está sendo realizado em Palmas (TO), de 5 a 7 de novembro.

“Estamos aqui para construirmos caminhos para enriquecermos ainda mais a rica tradição histórica e cultural do nosso estado. Serão três dias de discussão para amadurecermos as ações voltadas à preservação e à conservação do nosso patrimônio cultural”, ressaltou o superintendente do Iphan-TO, Marcos Zimmermann, durante a abertura do fórum.

O evento que reúne, entre outros interessados no tema, pesquisadores, acadêmicos, prefeitos, secretários e detentores culturais visa sensibilizar gestores e promover a troca de experiências em torno de ações voltadas ao fomento, proteção e preservação dos bens culturais da região. Para isso, a programação conta com palestras seguidas de debates, com a participação do público.

“A discussão do fórum é importante para complementar o trabalho que vem sendo feito no estado. Não adianta fazermos um trabalho cultural se não houver dentro dos municípios uma gestão de cultura de ponta”, avaliou o superintendente de Cultura da Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa do Tocantins (ADETUC), Álvaro Júnior.

Ao longo de todo o primeiro dia de discussões, foram abordados aspectos relacionados ao Patrimônio Cultural, à gestão e ao turismo. O presidente da Fundação Cultural de Palmas, Giovanni Alessandro Assis Silva, fez um panorama do contexto sociocultural. “Estamos em um estado jovem de um povo não tão jovem assim. É uma capital relativamente nova e que nem por isso deixa de ter seu Patrimônio Cultural. Nossa capital completou três décadas agora, mas há manifestações culturais presentes aqui que já ocorrem há 27 anos”.

A sustentabilidade do uso do Patrimônio Cultural foi destacada pelo coordenador-geral de Cooperação Nacional do Departamento de Cooperação e Fomento (DECOF/Iphan), Sérgio Paz Magalhães, e pelo representante do Ministério do Turismo, Edson Teixeira Viana Barros, durante os painéis sobre o desenvolvimento de elementos estratégicos para o fomento no ano do Patrimônio + Turismo e sobre a Política Nacional de Gestão Turística dos Sítios Patrimônio Mundial.

“Ao mostrar a possibilidade de exploração sustentável para o estado, com a elaboração da proposta do turismo cultural, apresentamos uma solução para aqueles que teimam em alegar que o patrimônio cultural traz somente deveres para o estado”, disse o coordenador-geral do DECOF.

“A parceria tem dado perspectivas sensacionais para desenvolver o turismo em nosso país, trazer o turista estrangeiro e promover o turismo interno. Espero que possamos continuar com essa parceria e que o país possa dar um salto na exploração turística também do turismo cultural”, complementou o representante do Ministério do Turismo.
Programação
As atividades do I Fórum do Patrimônio Cultural do Tocantins continuam até o dia 7 de novembro. No segundo dia de debates, a discussão será focada no papel e na importância do licenciamento ambiental para o estado do Tocantins. Já o terceiro e último dia será destinado a reflexões relacionadas ao patrimônio, turismo, requalificação arquitetônica e urbana. (Fonte: Iphan/TO)