Grupo Gestor discute ações sobre a retirada da vacinação contra febre aftosa

  • 29/Out/2019 15h40
    Atualizado em: 29/Out/2019 às 15h43).
Grupo Gestor discute ações sobre a retirada da vacinação contra febre aftosa Foto: Dinalva Martins

O novo cronograma sobre a retirada da vacinação contra a febre aftosa e assuntos pertinentes ligados às estratégias, gargalos e planejamento das atividades foram alguns dos principais assuntos discutidos na reunião do Grupo Gestor, nesta terça-feira, 29, em Palmas. O Tocantins integra o bloco IV juntamente com mais nove estados e o Distrito Federal, que deverão retirar a vacinação em 2021.

Durante o encontro, o presidente da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), Alberto Mendes da Rocha, falou sobre a importância da participação do grupo na tomada de decisões do programa de erradicação da doença, bem como da participação ativa do setor público e privado na concretização do avanço do status sanitário, para livre da enfermidade sem vacinação. “Precisamos fortalecer parcerias para a conquista em 2021, que deve beneficiar todos os produtores rurais e o crescimento da economia”, disse.

O responsável pelo Programa Estadual de Erradicação da Febre Aftosa, João Eduardo Pires, abordou sobre a responsabilidade das instituições, o processo de retirada dos blocos, em especial do IV, que acrescentou os estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além dos desafios para a concretização das medidas exigidas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). “Estamos no maior bloco, com grande importância econômica na bovinocultura, precisamos cumprir exigências e estarmos preparados para agir na vigilância quando a vacina for retirada”, ressaltou.

O presidente do Fundo Privado de Defesa Agropecuária (Fundeagro), Saddim Bucar Figueira, reforçou o compromisso de colaborar com a Agência e a necessidade do retorno da arrecadação do Fundo. “Tudo que for feito para melhorar estaremos presentes, pois acreditamos que com a retirada todos ganham com a valorização do rebanho e no crescimento do setor, mas é preciso fortalecer o Fundo, para agir caso seja necessário”, disse.

Outro assunto abordado foi à realização da 2ª etapa da campanha contra febre aftosa, que ocorrerá entre os dias 1º e 30 de novembro, para animais com até 24 meses de idade. O lançamento oficial acontecerá no dia 9 de novembro, na Fazenda Bahia, em Gurupi.

Também estava presente na reunião, o representante da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Tocantins (FAET), Leonardo Shakespeare e da Secretaria da Agricultura do Estado do Tocantins (Seagro), Érika Jardim.

Fazem parte do Grupo Gestor; Adapec, Fundeagro, Seagro, Superintendência Federal da Agricultura, FAET, Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado do Tocantins (Ruraltins) e o Sindicato das Indústrias de Carnes Bovinas, Suínas, Aves, Peixes e Derivados (Sindicarnes).