Operação Walking Dead recupera R$ 4,2 milhões em créditos tributários ao Tocantins

  • 22/Jul/2019 10h55
    Atualizado em: 22/Jul/2019 às 11h03).
Operação Walking Dead recupera R$ 4,2 milhões em créditos tributários ao Tocantins Foto: Divulgação/SSP

Na segunda fase da operação "Walking Dead", os representantes legais de uma loja de departamentos da região norte do Estado aderiram ao programa de parcelamento de dívidas tributárias com a Fazenda Pública Estadual (Sefaz) e vão recolher R$ 4,2 milhões de reais aos cofres públicos. Os valores serão recolhidos em 60 meses e reforçarão o sistema de arrecadação tributária do Estado.

De acordo com o delegado Vinícius Mendes, em razão do parcelamento da dívida tributária, em observância à legislação, o inquérito policial ficará suspenso, em relação aos investigados que realizaram o parcelamento, até o integral pagamento da dívida com a Fazenda Pública. “A empresa investigada pela Polícia Civil estava registrada em nome de uma mulher, falecida em 2010, e que tivera os seus documentos utilizados para alterações no contrato social, a fim de auferir valores que deveriam ser recolhidos em impostos”, afirmou.