Saem os vencedores da etapa em Araguaína (TO) do Circuito Nelore de Qualidade

  • 18/Jun/2019 15h02
    Atualizado em: 18/Jun/2019 às 15h05).
Saem os vencedores da etapa em Araguaína (TO) do Circuito Nelore de Qualidade Foto: Reprodução Web

A Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB), a Associação dos Criadores de Nelore do Tocantins (ACNT), a Friboi e a Matsuda Sementes e Nutrição Animal premiaram, em Araguaína (TO), os vencedores da 5ª etapa do Circuito Nelore de Qualidade, realizada nos dias 5 e 6 de junho, na unidade da Friboi do município tocantinense.

A 5ª etapa do Circuito Nelore de Qualidade 2019 avaliou 418 animais, de nove pecuaristas. Os resultados confirmam a precocidade de terminação da raça Nelore, característica determinante para a qualidade da carne e para a rentabilidade do produtor. “Entre os machos abatidos, 74,3% dos animais tinham até 4 dentes incisivo permanentes, e 87,8% dos animais foram abatidos com mais de 18 arrobas”, revela o presidente da ACNB, Nabih Amin El Aouar.

Já o presidente da ACNT, José Luiz Sanches Boteon, destaca o peso e acabamento de gordura das fêmeas: 82,5% dos animais pesaram mais de 14 arrobas e 80% apresentaram acabamento de gordura mediano e uniforme. “A etapa de Araguaína do Circuito comprovou o nosso engajamento para impulsionar a produtividade e a qualidade da carne Nelore da região”, frisa o dirigente.

O pecuarista Ricardo José de Andrade e o seu pai Epaminondas de Andrade receberam a medalha de ouro de melhor lote de carcaças de machos. Seu lote foi abatido, em média, com 20 arrobas, sendo que cerca de 90% dos animais tinham até 2 dentes incisivos permanentes.

“Estamos muito satisfeitos com os resultados, porque mostram que a Fazenda Vale do Boi está no rumo certo, produzindo animais padronizados e com excelente conformação frigorífica. Aliás, o nosso rebanho é criado a pasto, com suplementação estratégica na fase de engorda”, destaca Andrade.

Além da oferta de forragem e suplementação dos animais Nelore, o produtor atribui também essa importante conquista do Circuito Nelore de Qualidade ao intenso projeto de melhoramento genético realizado há mais de 25 anos, na propriedade de Carmolândia (TO), através do PMGZ, da ABCZ.

Campeões 

A medalha de ouro de melhor lote de carcaças de machos ficou com Epaminondas de Andrade. José Coimbra Filho ficou com a prata e Alacides Negreiros Rodrigues com o bronze. A premiada pelo melhor lote de carcaças de fêmeas foi Luciana Vieira Costa Saddi. Os lotes com medalha de ouro foram presenteados com 500 quilos de suplementos minerais Matsuda, a ser entregues em suas propriedades com o acompanhamento da equipe técnica da empresa.

Circuito Nelore de Qualidade

Promovido pela Associação dos Criadores de Nelore do Brasil, o Circuito Nelore de Qualidade fortalece e promove a genética e a carne dos animais da raça, contribuindo para elevar a produtividade da pecuária nacional. Trata-se de uma iniciativa que avalia resultados obtidos pelos produtores, cada qual em sua realidade e sistema de produção.

Promovida desde 1999, neste ano a iniciativa conta com o apoio da Matsuda e da Friboi. Com isso, o Circuito aumentou de tamanho e terá 26 etapas em 10 estados em 2019. Cerca de 20 mil animais devem ser avaliados até o final do ano, chegando a uma marca recorde desde o lançamento do Circuito. Em junho, a ação passa por Redenção (PA), Araguaína (TO), Rio Branco (AC), Porto Velho (RO) e Colíder (MT).