Vestuário e calçados devem representar 37% das vendas para o Dia Namorados

  • 07/Jun/2019 12h10
    Atualizado em: 07/Jun/2019 às 12h13).
Vestuário e calçados devem representar 37% das vendas para o Dia Namorados Foto: Reprodução Web

Considerado a sexta data mais importante para o calendário varejista brasileiro, o Dia dos Namorados deve movimentar R$ 1,64 bilhão este ano. O dado é de uma pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que destaca ainda o segmento de vestuário e calçados como o responsável por 37,4% das vendas no país.

“A pesquisa aponta que o segmento deve registrar alta de 3,1% em relação ao alcançado o ano passado. Se for confirmado, será um bom resultado para a data, já que estamos enfrentando um período de quedas nos indicadores econômicos e o consumo está mais retraído”, explica a assessora econômica da Fecomércio Tocantins, Fabiane Cappellesso.

Seguindo o segmento de vestuários, calçados e acessórios, vem o de hiper e supermercados com a expectativa de movimentação financeira de R$ 553,1 milhões (+1,8% em relação a 2018), e artigos de uso pessoal e doméstico, como eletroeletrônicos, que podem faturar R$ 243,4 milhões (+2,2%, também na comparação anual).

No geral, o volume de vendas do comércio varejista para a data deverá registrar alta de 1,9% em relação ao mesmo período de 2018, já descontada a inflação. Se a previsão se confirmar, esta será a terceira alta consecutiva (2017 = 2,5%; 2018 = 1,5% e 2019 = 1,9%), depois de dois anos com resultados no vermelho (2015 = -1,1%; 2016 = -4,9%).

A análise completa da pesquisa está disponível no endereço: http://www.cnc.org.br/editorias/economia/noticias/cnc-projeta-alta-de-19-nas-vendas-para-o-dia-dos-namorados (Ascom Fecomércio Tocantins)