Casa ecológica é alternativa barata e sustentável de moradia

  • 08/Mai/2019 21h09
    Atualizado em: 08/Mai/2019 às 21h14).
Casa ecológica é alternativa barata e sustentável de moradia Foto: Manoel Júnior

Uma casa onde o meio ambiente seja agredido o mínimo possível, construída com tecnologias avançadas e utilização de recursos naturais renováveis, armazenando o carbono sequestrado. Esse é o conceito da Casa Ecológica exposta na Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins 2019). Toda estrutura da residência, inclusive o telhado, é feita com madeira reflorestada, como eucalipto e/ou pinus, que são as espécies mais cultivadas no Tocantins.

A energia que alimenta a construção é gerada por painéis solares e os dejetos humanos, captados através de uma fossa séptica são tratados e devolvidos à natureza com 98% de purificação, podendo ser utilizados no cultivo de pequenas culturas, como hortaliças.

A propriedade pode produzir energia renovável de baixo custo, através de um biodigestor, com o uso de dejetos animais ou restos orgânicos. O biodigestor gera gás metano, que pode ser usado na cozinha ou no acionamento de motores a combustão.

Segundo o engenheiro agrônomo Álvaro Soares de Oliveira, idealizador do projeto, a casa pode ser construída em qualquer lugar. “Esse é um produto mais direcionado ao meio rural. As pessoas têm nos procurado para fazer casa de veraneio, na beira dos rios e lagos. E proprietários de pousadas no Jalapão buscam informações para ampliar seus empreendimentos com construções ambientalmente sustentáveis”, informou.

Álvaro Soares disse ainda que a finalidade é agredir o mínimo possível a natureza e o bolso também. “Nós conseguimos desenvolver o projeto de uma construção com um custo reduzido, em curto espaço de tempo, muito limpa e que não deixa resíduo. Em uma semana você está com a casa prontinha, usando madeira reflorestada e tratada”, concluiu.