Conselho Fiscal cobra ao Governo repasse de contribuições em atraso

  • 10/Abr/2019 11h02
    Atualizado em: 10/Abr/2019 às 11h04).
Conselho Fiscal cobra ao Governo repasse de contribuições em atraso Foto: Divulgação

Membros do Conselho Fiscal do Instituto de Gestão Previdenciária (IGEPREV), protocolaram na segunda-feira, 08, junto à Secretaria da Fazenda, ofício destinado ao secretário Sandro Henrique Armando, em que cobram repasse das contribuições previdenciárias dos Poderes Executivo e Legislativo.

A notificação é para que o Tesouro estadual, no prazo de 15 dias, regularize os pagamentos da contribuição patronal e da contribuição dos servidores devidas desde o ano de 2016. Os conselheiros também solicitam o cronograma de pagamentos e uma audiência do Conselho Fiscal com o Secretário da Fazenda e Planejamento para discutir a situação fiscal do IGEPREV, em especial os valores em aberto devidos pelo Poder Executivo, bem como os repasses do Poder Legislativo que estão está em atraso desde dezembro de 2018. “São os repasses das contribuições previdenciárias, que já foram descontadas dos servidores e até então não foram repassadas pelo governo ao IGEPREV. Esperamos que o secretário Sandro Henrique, regularize de imediato esses repasses”, disse o conselheiro Jorge Couto.

A contribuição patronal é o percentual sobre o salário de cada servidor estadual que o próprio governo é obrigado a contribuir com o Instituto.

O ofício foi assinado pelos conselheiros, João Paulo de Aguiar da Silveira, Fleuri Pereira dos Santos, Jorge Antonio da Silva Couto, Wellington Magalhães e Delmiro da Silva Moreira. (Com informações da Ascom/Sindare)