Escola Tocantinense do Sus abre Processo Seletivo para Curso de Especialização

  • 09/Abr/2019 17h27
    Atualizado em: 09/Abr/2019 às 17h32).
Escola Tocantinense do Sus abre Processo Seletivo para Curso de Especialização Foto:

Estão abertas as inscrições para discentes, docentes e facilitadores da 3ª turma do Curso de Pós-graduação Lato Sensu em Saúde Pública, ofertado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Escola Tocantinense do SUS Dr. Gismar Gomes (Etsus), em parceria com a Universidade Federal do Tocantins (UFT) e RedEscola/Fiocruz, a ser realizado em Palmas/TO, na modalidade presencial, com início previsto para 27 de maio de 2019.

Serão ofertadas 40 vagas para discentes, 08 vagas para docentes especialistas, 01 vaga para facilitador em metodologias ativas e 01 vaga para facilitador em metodologia cientifica destinados a servidores públicos efetivos, municipais, estaduais e federais, com inscrições abertas de acordo com edital específico para cada área de interesse, publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) Nº 5.333, de 05 de abril de 2019.

A diretora da Etsus, Fabíola Sandini entende que o curso terá como princípio estruturante a relação entre o processo de trabalho e a formação com a valorização do contexto e da prática dos profissionais com o uso de estratégias das metodologias ativas. “O curso será ofertado na perspectiva da Educação Permanente em Saúde, onde os alunos estarão reconhecendo as especificidades loco regionais e determinantes sociais, potencializando assim, as práticas em Saúde pública”, disse.

Sandini acrescenta ainda, que através do curso os profissionais estarão mais preparados para atuar como sanitaristas do SUS. “Formaremos trabalhadores do SUS capazes de desenvolver pensamento investigativo, crítico e reflexivo, preparados para compreender a saúde em suas múltiplas dimensões”, finalizou.

No que tange aos discentes, o produto final do curso é a elaboração de um projeto aplicativo com vistas à transformação das práticas dos serviços. Nas duas primeiras turmas foram formados mais de 80 especialistas que elaboraram propostas de intervenção que dialogam diretamente com as transformações necessárias no SUS/TO.