Programa aposta no uso de tecnologias para o desenvolvimento da educação no Norte do Estado

  • 03/Abr/2019 10h33
    Atualizado em: 03/Abr/2019 às 10h37).
Programa aposta no uso de tecnologias para o desenvolvimento da educação no Norte do Estado Foto:

Produzir conhecimentos e resolver problemas com o uso pedagógico das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC) estão entre os objetivos do programa TO Ligado lançado para escolas das redes estadual e municipal de ensino de Araguaína, nesta terça-feira, 2. O programa é fruto de parceria do Governo do Estado, com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Ministério da Educação (MEC) e a prefeitura de Araguaína.

Já lançado em Gurupi, onde serão atendidos mais de 490 professores e 9.819 estudantes, de 26 escolas das redes estadual e municipal, o TO Ligado chega à região Norte do Estado, onde beneficiará mais de 21,5 mil alunos e 962 professores. O programa prevê investimento em ações e materiais tecnológicos para a comunidade escolar, visando ao uso das TDIC integradas ao currículo, desenvolvendo competências para disseminação de informações, produção de conhecimentos e resolução de problemas.

O vice-governador do Tocantins, Vanderlei Barbosa, destacou a preocupação do Estado em adotar políticas que possam alcançar toda a rede de ensino. "Estamos trabalhando para garantir que os diferentes setores da administração estadual possam atender os anseios da população. A educação é um desses setores que merecem atenção, pois refletem diretamente em todos os outros setores, e para o qual estamos trabalhando por meio de ações que possam alcançar resultados positivos", apontou.

A secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar, destacou o papel inovador do programa. "Somos um dos sete estados brasileiros selecionados pelo programa e o único da região Norte que participa desse programa, que chega com uma metodologia inovadora. O TO Ligado trabalha não apenas com o uso das tecnologias, mas com uma visão da pessoa humana visando à formação de forma integral conforme as realidades locais", destacou.

Representando o BNDES, Thais Caristiato, destacou a importância das parcerias que foram firmadas para o desenvolvimento do projeto. "Sabemos que os desafios são enormes, mas por meio do trabalho de cada um seremos responsáveis pelo sucesso do projeto. Acreditamos que podemos fazer do uso das tecnologias uma importante alavanca para um salto de qualidade e equidade que a educação pública tanto precisa", ressaltou.

Para diretora Regional da Educação de Araguaína, Ana Cláudia Martins de Oliveira, a sociedade tem passado por transformações que exigem novos modelos de ensino. "Esse programa chega em um momento importante, em que precisamos atender os anseios desse novo cenário que se formou. As tecnologias aparecem como ferramentas educacionais que auxiliam alunos e professores", pontuou.

O aluno do 8º ano do ensino fundamental, da Escola Estadual Girassol de Tempo Integral Sancha Ferreira, Vinicius Resplandes, comemorou a chegada do projeto. "Esse projeto é importante porque traz novas possibilidades para aprendermos a usar a tecnologia na sala de aula, para pesquisa, mas também acho importante porque pode nos fazer pensar em meios para criarmos projetos com tecnologias", ressaltou.

Investimentos

O contrato de aplicação dos recursos, firmado entre o Estado e o BNDES, foi assinado pelo governador Mauro Carlesse no dia 18 de dezembro de 2018. Por meio de contrato, o banco concede ao Tocantins a colaboração financeira do fundo não reembolsável para a educação, no valor de R$ 3.513.900,00, a ser utilizado na implantação de um dos eixos do Programa Educação Conectada e Inovação – Implementação e Uso de Tecnologias Digitais para os municípios de Gurupi e Araguaína.