Com apoio da prefeitura, moradores e comerciantes fazem paralisação em Porto Nacional

  • 15/Mar/2019 11h35
    Atualizado em: 15/Mar/2019 às 11h42).
Com apoio da prefeitura, moradores e comerciantes fazem paralisação em Porto Nacional Foto: Dornil Sobrinho

Nesta sexta-feira, 15, moradores e comerciantes de Porto Nacional realizam uma paralisação para cobrar soluções aos problemas gerados com interdição de ponte. A prefeitura anunciou que apoia o movimento e altera funcionamento de seções administrativas.


Em sua página oficial, a prefeitura publicou um comunicado: "A Prefeitura de Porto Nacional vai apoiar o movimento de paralisação do comércio e manifestação em favor da solução da problemática que envolve a ponte sobre o Rio Tocantins, marcada para este dia 15, das 9 às 12 horas. Em função disso, o expediente de trabalho, nesta sexta-feira, na sede da Prefeitura de Porto Nacional e secretarias anexas será das 8 às 9 e das 14 às 18 horas. Os serviços essenciais de saúde e educação não sofrem qualquer alteração, funcionando normalmente."


Os manifestantes se reuniram nesta manhã na Praça do Centenário, no centro de Porto Nacional e seguiram até o atracadouro da balsa. A paralisação foi organizada pela Comissão de Mobilização da Ponte. 


O prefeito de Porto Nacional, Joaquim Maia, acredita que o município e toda a sua população ficaram muito prejudicados com o fechamento da ponte sobre o Rio Tocantins.


 “ Há muitas pendências para serem resolvidas, como a gratuidade de travessia para todos sem exceção; as providencias para a construção de nova ponte; a apresentação do laudo sobre as verdadeiras condições da estrutura da ponte; construção de novo atracadouro em local adequado e seguro, bem como uma compensação para o Município”, relatou o prefeito Joaquim Maia.