Construção de sede própria da Câmara de Gurupi deve iniciar em até 90 dias

  • 14/Mar/2019 08h56
    Atualizado em: 14/Mar/2019 às 16h13).
Construção de sede própria da Câmara de Gurupi deve iniciar em até 90 dias Foto:

O pregão para contratar empresa que fará o projeto de arquitetura do prédio foi realizada na última quinta-feira. Quem venceu a licitação, promovida na modalidade carta convite do tipo menor preço global, foi a Valadares Design.

O ano de 2019 representará um marco na história da Câmara Municipal de Gurupi, que finalmente caminha a passos largos rumo a ter sua sede própria. A empresa vencedora da licitação tem 6 meses para entregar o projeto arquitetônico, mas o presidente da Casa Wendel Gomides (PDT), pediu urgência. “A expectativa é que o projeto seja entregue dentro dos próximos 30 dias”, disse.

 O próximo passo é promover outro processo licitatório para contratar a empresa que irá executar a obra. Ainda segundo Gomides, a Valadres Design concorreu com duas outras empresas no pregão presencial, venceu ofertando o valor de R$ 140 mil reais e terá que entregar 7 tipos de projetos, dentre eles o hidráulico e o elétrico, além do arquitetônico.

 Se todos os processos correrem como previsto, as obras de construção poderão iniciar dentro de 90 dias. “ O terreno já foi limpo, o contrato com a empresa que fará o projeto foi assinado na última segunda-feira, temos em caixa cerca de R$ 1.350.000,00 e o objetivo é continuar economizando para em 2020 entregarmos a sede pronta”, ressaltou Gomides e destacando em em seguida que esse é um compromisso firmado por todos os vereadores, "um sonho que cada um de nós têm alimentado, pois todos estamos imbuídos nessa causa, juntos estamos economizando e ansioso pela realização desse objetivo".

A sede terá uma área de cerca de 2.800 metros quadrados, deverá custar em torno de R$ 4 milhões e após pronta gerará uma economia de mais de 800 mil reais por ano ao evitar gastos com aluguel. O prédio será construído no Park Filó Moreira, que fica próximo ao antigo DNIT. Em maio do ano passado a Superintendência de Patrimônio da União (SPU) e a Prefeitura de Gurupi assinaram o Termo de Entrega do terreno.

A área localizada na Avenida Goiás possuiu 140 mil metros quadrados e terrenos também para construção das sedes próprias do Ministério Público Estadual (MPE), Defensoria Pública (DPE), Ministério Público do Trabalho (MPT), Justiça Federal (JF), Fórum, DNIT, Ministério Público Federal (MPF), uma Escola de Tempo Integral além de um conjunto habitacional de 500 apartamento.