Em sessão solene, mulheres são homenageadas na Assembleia Legislativa

  • 13/Mar/2019 16h34
    Atualizado em: 13/Mar/2019 às 16h38).
Em sessão solene, mulheres são homenageadas na Assembleia Legislativa Foto: Clyton Citrus

O compromisso do Legislativo tocantinense na defesa dos direitos da mulher foi a tônica do discurso de abertura do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Antônio Andrade (PHS), durante sessão solene em homenagem ao Dia Internacional da Mulher (8 de Março), realizada na manhã desta quarta-feira, dia 13. “Os dados da violência contra a mulher são alarmantes e demonstram que estamos falhando”, avaliou.

Andrade informou que 536 mulheres são agredidas por hora no país, e que 43% dessas agressões acontecem nas casas das vítimas. “Por isso, precisamos enfrentar a situação e gerar ações para combater essas agressões a afetar mulheres que são companheiras, mães e irmãs”, alertou o presidente.

O deputado chamou atenção para a saúde da mulher, destacando ações de combate ao câncer, como a implantação do Hospital do Amor em Palmas. Ele destacou que, só no ano passado, 800 pacientes tocantinenses foram atendidos no Hospital do Câncer de Barretos.

“Conheço de perto esse drama, pois estive próximo a pessoas acometidas pela doença e sei quão importante é o apoio da família e o acesso ao tratamento médico de ponta, nem sempre ao alcance de todos”, disse Andrade.

Conduzida pela líder do Governo na Casa, deputada Valderez Castelo Branco (PP), a solenidade contou com a execução do hino nacional, a exibição de um vídeo em homenagem às mulheres, momento ecumênico, ministrado pela pastora Lediane Cavalcante Rodrigues, da igreja Nova Aliança, e também uma reflexão da irmã Maria Tereza, da comunidade Vida Sementes do Verbo, e a apresentação artística da cantora Carolina Oliveira e do músico Ítalo Pereira.

O ponto alto da sessão foi a entrega do diploma Mulher-Cidadã Guilhermina Ribeiro da Silva, conhecida como Dona Miúda (1928-2010), personalidade do Jalapão considerada a grande difusora do famoso artesanato à base do capim dourado.

Homenageadas

Ao todo, foram homenageadas 19 personalidades tocantinenses que se destacaram em ações a favor da mulher: Ana Paula Bichuette (coordenadora do Hospital do Amor, em Palmas); Ana Patrícia Maciel (funcionária pública), Nilmar Ruiz (ex-prefeita de Palmas); tenente cel. Alaides Pereira Machado; Miyuki Hyashida (prefeita de Brejinho de Nazaré); Delfina Marques Ferreira (vendedora); Nádia Gomes (1ª dama de Wanderlândia); Dora Faria (Sec. da Saúde de Sítio Novo); Gildelina de Sousa Frederico (Cartorária); Vânia do Aureny (suplente de vereadora), Salvina Mocó (empresária); Doralice Abreu (professora); Raimunda A. de Sousa (vereadora de Colinas); Maria Elita Sousa (fundadora do Colégio Alberto Einstein); Izabel Dias Neves (escritora); Márcia Mirele S. Valente (promotora de Justiça); Ana Paula R. F. Catini (procuradora de Justiça), Julieta Rocha S. Araújo (gari) e Maria G. S. de Sousa (presidente da Fetaet). (Penaforte Diaz)