Chuvas causam transtornos em alguns pontos da Capital; Defesa Civil diz que população deve ficar atenta

  • 15/Jan/2019 18h43
    Atualizado em: 15/Jan/2019 às 18h51).
Chuvas causam transtornos em alguns pontos da Capital; Defesa Civil diz que população deve ficar atenta Foto:

Em Palmas, nos últimos dias têm havido uma grande precipitação de chuvas e para as próximas semanas, a previsão é de mais pancadas. De acordo com o site Climate-data.org, o mês de janeiro é o que mais chove na região, apresentando uma média de 296 mm. O lado bom é que o clima em uma das capitais mais quentes do país fica mais ameno, no entanto, os moradores falam de transtornos decorrentes de alagamentos.

Nesta terça-feira, 15, a Defesa Civil Municipal alertou a população sobre alguns cuidados que devem ser tomados quando estiver chovendo. “Neste período, recomendamos aos habitantes que moram em lugares que possa sofrer alagação, que busque abrigo em lugares seguros de familiares, vizinhos, e com a ajuda se possível, levem os objetos, móveis, para que não os prejudique”, disse o superintendente Bruno Maciel.

O volume que caiu hoje causou alagamentos em alguns pontos da região sul e atrapalhou os usuários do transporte coletivo na estação Javaé, em Taquaralto.

Elizandra Oliveira, que mora no setor Taquari, relata que sempre que chove o transtorno é grande pois sua rua sempre alaga e aumentam os buracos. “A gente sente muitas dificuldades para andar e os carros acabam atolando. As águas dos buracos demoram muito a secar e os transtornos são constantes”, disse a moradora, que cobra o asfalto para a região.

A comerciante de Taquaralto, Priscila Almeida, relata que quando chove, cai o movimento do seu restaurante. “Quando chove, o movimento dos comércios cai. As pessoas não conseguem estacionamento pelo fato das alterações na Avenida Tocantins e as ruas paralelas acabam ficando alagadas e tumultuadas, e isso dificulta muito as vendas. Muitos não querem sair de casa para evitar esses transtornos”, disse Priscila.

A primeira quinzena de janeiro teve mais de 110 milímetros de chuva e mais 95 devem ser registrados até o fim da semana. É preciso evitar pontos de alagamentos e procurar abrigo durante os temporais na capital.

A Defesa Civil ainda recomenda à população que não enfrente a chuva. “O ideal é ir para um local seguro e esperar a chuva passar”, orientou o superintendente.