SES promove Mostra De Vivências Nos Territórios De Saúde Do Tocantins

  • 21/Nov/2018 10h11
    Atualizado em: 21/Nov/2018 às 10h23).
SES promove Mostra De Vivências Nos Territórios De Saúde Do Tocantins Foto:

A Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO), por meio da Escola Tocantinense do Sistema Único de Saúde Dr. Gismar Gomes (Etsus), realizará nesta quinta-feira, 22, das 8h às 18h, a 1ª Mostra de Vivências nos Territórios de Saúde do Tocantins, do projeto “Saúde é Meu Lugar”. Projeto da RedEscola, com coordenação da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e apoiado pelo Ministério da Saúde(MS), que visa reunir e divulgar histórias sobre experiências de trabalho em saúde nos territórios, em todo o Brasil.

Foram recebidas mais de cem histórias do Tocantins, algumas delas foram selecionadas e serão apresentadas no evento que contará com a participação do responsável pelo projeto Saúde é Meu Lugar, da Fiocruz, Carlos Xavier.

“Esse é um trabalho de valorização e fortalecimento do SUS no Estado, pela primeira vez a SES-TO promove a Mostra de vivências nos territórios da saúde, até o momento 35 municípios postaram várias experiências no site “Saúde é meu lugar”, e temos 143 histórias contadas. Tudo isso proporcionará compartilhamento de saberes e inovações na saúde”, destacou um dos mobilizadores do projeto no Tocantins, André Henrique Ribeiro.

Na Mostra serão expostos painéis e banners, para visitação, sobre outros projetos e experiências postadas no site “Saúde é Meu Lugar” na forma de textos e imagens. Haverá também espaço reservado para apresentação de vídeos e áudios de projetos e experiências na saúde. Será garantido espaço para que os visitantes possam contar suas experiências e histórias na saúde, através de vídeos, áudios e textos e, serão postados no site do projeto, oportunizando aos que mais relatarem histórias, a entrega de brindes do projeto Saúde é Meu Lugar, tais como: almofadas, chaveiros, imãs, camisetas e o sorteio do troféu “Pinion”.

Seminário de Sensibilização à Prematuridade

Também acontece nesta quinta-feira, 22 e sexta-feira, 23, o 1º Seminário de Sensibilização à Prematuridade, com o objetivo de alertar a sociedade em geral em relação a partos prematuros e discutir sobre medidas de prevenção à prematuridade. O evento que traz como tema “Ciência, Arte e Amor” é realizado pelo Hospital e Maternidade Dona Regina Siqueira Campos, com apoio da Secretaria de Estado de Saúde (SES) e acontecerá no auditório da Assembleia Legislativa.

“Na ocasião também pretendemos apresentar avanços na qualidade da assistência humanizada prestada ao prematuro; refletir sobre a importância das políticas do Método Canguru; conscientizar sobre direitos e deveres do binômio (mãe-bebê) e sensibilizar quanto ao atendimento individualizado ao binômio”, destacou a coordenadora de enfermagem da Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal Convencional e Canguru do Dona Regina, Edivani Santos.

O evento também trará dados relevantes para a análise da prematuridade. “Precisamos conhecer a realidade, principalmente do Tocantins, onde só em 2017, foram 2.540 prematuros, menores que 37 semanas, o correspondente a 10,2% do total de nascidos vivos. Deste total, 717 foram na Maternidade Dona Regina. De janeiro a outubro deste ano, já foram 671, no Dona Regina, o que corresponde a 14% do total de nascidos vivos na maternidade”, destacou a coordenadora.