Vereadores criticam ausência de representante da BRK à reunião na Câmara de Palmas

  • 25/Out/2018 16h09
    Atualizado em: 25/Out/2018 às 16h16).
Vereadores criticam ausência de representante da BRK à reunião na Câmara de Palmas Foto: Divulgação/Câmara

A BRK Ambiental, empresa responsável pelo saneamento de água e esgoto da Capital não compareceu à Câmara Municipal para participar da reunião marcada para esta quarta-feira, 24, com o objetivo de debater soluções para os problemas que afetam a Praia das Arnos, localizada na região Norte da cidade e o setor Bertaville, na região Sul da Capital.

A ausência de um representante da BRK foi duramente criticada pelos vereadores bem como pelos representantes dos comerciantes da prai das Arnos e dos moradores do Bertaville.
“É uma falta de respeito uma empresa que tem tantos diretores não poder enviar uma pessoa, um representante para participar da reunião. Enquanto isso a população é quem paga pelos problemas, e paga caro pela tarifa de esgoto”, disparou o vereador Filipe Fernandes (PSDC) logo no início da reunião.

Na ocasião a presidente da Associação dos Comerciantes da Praia das Arnos, Elizabeth Ferreira da Silva, também criticou a ausência de representantes da BRK e contabilizou os prejuízos causados pelo problema do esgoto na água da praia, que tem afetado o comércio local. “Somando todos os comerciantes, acredito que já perdemos mais de R$ 450 mil só este ano, o cliente sumiu e já temos comerciantes fechando seus estabelecimentos”, afirmou.

Sobre essa questão do esgoto, a bióloga do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), Bruna Almeida, destacou que a Praia das Arnos não deveria ter sido instalada naquele lugar. “São uma série de fatores que não favorecem o local. Falando tecnicamente, a praia não é ideal para banho”, explicou.

O presidente da Casa, vereador Folha (PSD), criticou o posicionamento do Naturatins e ressaltou que a região Norte da cidade estava carente de uma área de lazer para a população e que o local recebeu todas as licenças necessárias para sua instalação. “Não aceito falarem que a Praia das Arnos está no local errado, porque errados estão os órgãos do Estado, que não fiscalizam e multam a BRK Ambiental”, defendeu.

O líder da Câmara também criticou a empresa por não comparecer na reunião e destacou que a concessionária de saneamento nunca respeitou os Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) que foram acordados com a Justiça e a comunidade.

Setor Bertaville

Sobre a situação do mau cheiro no setor Bertaville, César Cruz, presidente da Associação de Moradores afirmou que há anos espera uma solução para o problema. “A nossa situação é insuportável. Há muito tempo convivemos com esse mau cheiro e acreditamos que o problema está na forma de tratamento e não no esgoto em si”, destacou.

Para a defensora Pública Letícia Amorin, a BRK Ambiental tem se omitido de prestar esclarecimentos para a sociedade. “Desde 2015 atendemos as reclamações da população do setor Bertaville e estamos trabalhando. As respostas que recebemos são evasivas e a empresa não oferece uma solução. Encontramos dificuldades para resolver essas demandas dentro e fora da esfera judicial”, pontua.

O vereador Tiago Andrino (PSB), presidente da Comissão de Administração Pública, Urbanismo e Infraestrutura Municipal, que presidiu a reunião, afirmou que vai convocar uma audiência pública dando um prazo de 30 dias para que a BRK Ambiental possa comparecer e prestar os esclarecimentos necessários às autoridades e sociedade palmense.
Extraordinariamente, a reunião desta quarta-feira foi realizada em conjunto com as comissões de Políticas Públicas Sociais, e de Cidadania, Direitos Humanos, Meio Ambiente e Ética, cujos respectivos presidentes Filipe Fernandes e Laudecy Coimbra (SD) compuseram a mesa.

Também estiveram presentes os vereadores Lúcio Campelo (PR) e Léo Barbosa, além de representantes da Agência de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos de Palmas (ARP).