MPE detecta irregularidades nas condições de funcionamento da Feira da 304 Sul, em Palmas

  • 11/Out/2018 09h54
    Atualizado em: 11/Out/2018 às 09h56).
MPE detecta irregularidades nas condições de funcionamento da Feira da 304 Sul, em Palmas Foto: Foto: Divulgação MPE

Uma equipe do Ministério Público Estadual (MPE) realizou na última terça-feira, 09, uma visita para verificar as condições de funcionamento da Feira da 304 Sul, em Palmas, e o andamento das obras de reforma no local. A vistoria foi realizada pelas Promotoras de Justiça de Palmas Katia Chaves Gallieta, titular da Promotoria de Justiça do Consumidor, e Maria Roseli de Almeida Pery, titular da Promotoria de Justiça da Saúde, além de representantes do Centro de Apoio Operacional do Consumidor (Caocon.

A vistoria contou com o apoio da Visa Municipal, que detectou uma série de problemas relacionados a produtos de origem animal, a exemplo de leite e queijos, sendo vendidos em garrafas pet e sem qualquer inspeção sanitária, sem refrigeração adequada, além dos peixes também vendidos sem refrigeração e sendo manipulados pelos vendedores sem uso dos equipamentos e vestimentas necessárias como luvas e toucas.

Também foram encontrados vários tipos de comidas sendo preparadas no mesmo local de venda do produto, sem qualquer inspeção ou fiscalização sanitária. Esses mesmos problemas já haviam sido constatados em visita anterior, realizada no dia 29 de agosto de 2017. Além dos problemas destacados, um restaurante vistoriado estava funcionando com esgoto aberto na localidade, exalando enorme mau cheiro e com risco de contaminar os alimentos.

Os representantes do MPE foram recebidos, na diretoria de feiras, pelo secretário de Desenvolvimento Rural (Seder), Roberto Sahium, que esclareceu que as obras na Feira já começaram na parte elétrica e no telhado e que para o próximo ano estão previstas reformas nos boxes, na pintura, dentre outras mudanças.

Na ocasião, as promotoras solicitaram ao secretário o envio do projeto com o plano de execução e o cronograma das reformas para que possam acompanhar o andamento da obra, especificamente na Feira da 304 Sul. Também foram pedidas informações sobre o custo de manutenção de todas as feiras da capital e o valor que elas arrecadam. (Ascom MPE)