Resultado confirma prestígio crescente de Carlesse

  • 10/Out/2018 13h58
    Atualizado em: 10/Out/2018 às 14h04).
Resultado confirma prestígio crescente de Carlesse Foto: Divulgação

O governador Mauro Carlesse (PHS) da coligação Governo de Atitude e o seu grupo político estão radiante com o resultado das urnas. E não poderia ser diferente. Computados os números totais das eleições um dado fica bem evidente. O crescimento do prestígio eleitoral do governador. Os números das eleições não deixam dúvida. Carlesse venceu e convenceu.

Do primeiro turno da eleição suplementar quando obteve 174.275 votos para o primeiro turno das eleições gerais o governador mais que duplicou o número de votos, tendo recebido 404.484 votos, que corresponde a 57,39% dos válidos o que lhe garantiu a eleição ainda no primeiro turno.

Outro feito importante, Carlesse venceu de ponta a ponta do Estado, em nada menos que 133 dos 139 municípios tocantinenses, inclusive em Palmas, reduto eleitoral do principal adversário, o ex-prefeito Carlos Amastha (PSB). Pelos números se pode concluir que o prestígio de Carlesse só cresceu desde que ocupou pela primeira vez o Palácio Araguaia.

A coligação do governador elegeu um senador, Eduardo Gomes (SD), com uma votação expressiva, por pouco não fez os dois e a maioria da Câmara Federal e da Assembleia Legislativa. Cenário que aponta para um governo tranquilo sem atritos políticos nem pressão da oposição que encolheu nestas eleições.

Ao final da terceira refrega em menos de cinco meses o governador demonstrou que ganhou musculatura política nos embates e parece que caiu no gosto do povo. Sai da disputa fortalecido e com condições de surpreender também no comando da gestão.

Do ponto de vista estritamente político, em função das votações que recebeu em cada disputa das eleições Carlesse já figura entre os maiores líderes do Estado. É um político em ascensão que pode rapidamente alcançar o prestígio dos ex-governadores Marcelo Miranda e Siqueira Campos. É questão de tempo e paciência para saber liderar um estado em crise de líderes.

Carlesse tem tudo para fazer um bom governo. Apoio político, compreensão do povo que está tendo paciência de saber esperar e até a colaboração da oposição que tem dado uma trégua. Pela resposta das urnas o povo está aprovando o novo modelo de gestão. É aproveitar o clima favorável para fazer o Estado avançar. Pode ser o início de um novo tempo no Tocantins que já trouxe uma conquista importante, a estabilidade. Que o Estado possa voltar a crescer, criando um novo ciclo virtuoso.
Gestão competente promove crescimento, desenvolvimento fortalece a gestão.

Ruy Bucar – especial para O JORNAL