Governo do Estado homologa construção de mais de 800 unidades habitacionais do Minha Casa Minha Vida

  • 03/Out/2018 16h21
    Atualizado em: 03/Out/2018 às 16h23).
Governo do Estado homologa construção de mais de 800 unidades habitacionais do Minha Casa Minha Vida Foto:

O Governo do Tocantins, por meio da Companhia Imobiliária do Tocantins (Terratins), homologou as empresas que construirão mais 832 unidades habitacionais do programa Minha Casa Minha Vida. A principal novidade dessa nova etapa é a Faixa 1, 5 que vai beneficiar servidores públicos estaduais, municipais e federais que recebem de R$ 1,8 a R$ 2,6 mil.



De acordo com o presidente da Terratins, Aleandro Lacerda, o Governo do Estado tem trabalhado para garantir meios de atender as demandas dos servidores. “A habitação é uma dessas demandas, para as quais não temos medido esforços no intuito de garantir que um maior número de famílias sejam atendidas. Antes uma parcela de servidores não podia ser beneficiado pelo Minha Casa Minha Vida por causa do valor do salário, e com a Faixa 1,5 estamos ampliando as possibilidades”, disse.



Atualmente, o Estado junto com a Caixa Econômica Federal já vinha executando as obras do Minha Casa Minha Vida 2, que atende pessoas com renda de R$ 4.000 até R$ 6.500, em especial os servidores públicos estaduais. O programa prevê a construção de 1.400 unidades habitacionais em diversas regiões de Palmas. O Tocantins foi o primeiro Estado a criar uma linha de financiamento habitacional para servidor público estadual e municipal, tornando-se pioneiro neste modelo. Da primeira etapa do programa já foram entregues 224 unidades habitacionais de um total de 392.



A homologação das empresas responsáveis pela realização das obras na nova etapa foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), na quinta-feira, 27. Até o final do primeiro semestre de 2019, os apartamentos na planta já estarão disponíveis para venda. A maior vantagem para os servidores são os preços mais baixos, assim como as taxas de juros do financiamento, que para Faixa 1,5 é de 5% ao ano e na Faixa 2 varia de 5,5% a 7% ao ano.



As unidades habitacionais são resultado de parceria entre o Governo do Estado, por meio da Companhia Imobiliária do Tocantins (Terratins) e Governo Federal, por meio da Caixa Econômica. Na parceria, o Governo do Estado entrou com a doação da área, possibilitando, assim, diminuir o custo do imóvel, a redução de taxas e dos juros subsidiados, facilitando as condições de financiamento com a Caixa Econômica Federal.



As 832 unidades habitacionais que serão construídas contemplam tanto o Minha Casa Minha Vida Faixa 1,5, quanto a Faixa 2. Da Faixa 1,5 serão 528 unidades habitacionais, sendo 336 localizadas na ACLNO-33, no valor de R$ 121,9 mil e 192 localizadas na Arso-131, no valor de R$ 115,9 mil. Já da Faixa 2 são 304 unidades habitacionais, localizadas na Arso-131, no valor de R$ 162 mil.