Na gestão de Carlesse, quatro novos Colégios Militares já foram implantados no Tocantins

  • 03/Set/2018 13h32
    Atualizado em: 03/Set/2018 às 13h35).
Na gestão de Carlesse, quatro novos Colégios Militares já foram implantados no Tocantins Foto:

Desde que assumiu a gestão do Governo do Tocantins, em abril, Mauro Carlesse (PHS) já implantou quarto unidades do Colégio da Polícia Militar (CPM) no Estado, com isso a sua gestão fez em pouco tempo o que as administrações anteriores levaram anos para fazer, já que de 2009 a 2018 apenas seis escolas com ensino militar foram instaladas. Todas as unidades foram implantadas para atender a demandas das comunidades dos municípios onde estão instaladas.

O ensino militar se destaca por preparar o aluno com foco na disciplina e na concentração. Em Porto Nacional, o Colégio da Polícia Militar (CPM) era um sonho antigo e foi implantado pela gestão de Carlesse no mês de maio na Escola Estadual Custódia Pedreira. Atualmente, atende a cerca de 800 estudantes, sendo que as aulas tiveram início neste mês de agosto.

Já em Colinas, a implantação do Colégio da Polícia Militar ocorreu no mês de maio nas dependências do Colégio João XXIII. A unidade do CPM de Colinas funciona em regime parcial, com 24 turmas. Para o ano letivo de 2019, serão oferecidas 230 vagas, a serem preenchidas por meio de processo seletivo.

Em Guaraí, a Escola Anaídes Brito Miranda passa por reforma e ampliação no valor de R$ 2,9 milhões para se tornar um CPM. A instituição escolar contará com 10 salas de aula construídas e reformadas, para abrigar 840 alunos a partir de janeiro de 2019, além de uma quadra coberta, guarita e refeitório. Inicialmente, os alunos que já estudam no Colégio serão absorvidos automaticamente pelo Colégio Militar.

No município de Gurupi, a unidade do CPM ofertará da 1ª a 3ª série do ensino médio e atenderá mais de 600 alunos. Na obra, estão sendo investidos mais de R$ 1,2 milhão. As aulas estão previstas para se iniciar em 2019.

Até agora, são dez unidades com capacidade para atender mais de sete mil estudantes. Palmas, com duas unidades; Araguaína, Arraias, Araguatins e Paraíso são os outros municípios tocantinenses que contam com Colégios Militares.

“Estamos melhorando a qualidade da educação das nossas crianças. Só assim nossos jovens terão condições de aproveitar as oportunidades que já estamos criando com nossas ações de governo. Assim que assumi, determinei à secretária da Educação [Adriana Aguiar] que tomasse todas as providências para a criação e implantação de novas escolas militares e também de escolas de tempo integral”, explica Carlesse.