Famílias da Associação Casa Vida recebem orientações sobre programas habitacionais

  • 21/Mai/2018 12h24
    Atualizado em: 21/Mai/2018 às 14h15).

 

A superintendência de Habitação, Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Sehab) da Secretaria de Estado da Infraestrutura, Habitação e Serviços Públicos (Seinf), reuniu as famílias da Associação Casa Vida, do setor Taquari, em Palmas, neste sábado, 20, na Escola Maria dos Reis para planejar a participação dessas famílias em programas habitacionais.

A Associação Casa Vida conta com 105 famílias cadastradas, preenchendo os requisitos legais com relação aos critérios de habilitação para serem pré-selecionados ou contemplados em programas habitacionais. Articuladas pela superintendência de Habitação, Desenvolvimento Urbano e Metropolitano, as famílias estão sendo alocadas dentro do projeto de habitação que está sendo executado pelo Instituto Xambioá.

O superintendente da Sehab, Quesed Ayres Henrique Campos, explicou o trabalho para garantir condições dignas de moradia para as famílias que estão em condição de vulnerabilidade. “Estamos conhecendo essas demandas e planejando o melhor formato de atuação para atender essas famílias. Um exemplo desse trabalho é a parceria que fizemos com o Instituto Xambioá para atender os membros da Associação Casa Vida”, ressaltou.

De acordo com a diretora social, Tatiane Alves da Silva, a iniciativa visa integrar as famílias no Programa Minha Casa Minha Vida Entidade. “O Instituto Xambioá conta com um projeto de habitação para ser desenvolvidos com recursos do Ministério das Cidades, onde o foco principal é atender as famílias em situação de vulnerabilidade que estejam dentro dos critérios estabelecidos pelo Ministério”, ponderou.



O presidente da Associação Casa Vida, Ronaldo Carvalho, ressaltou que os debates promovidos na reunião foram positivos, pela oportunidade dada para os beneficiários de apresentarem suas demandas. “Nós tivemos a oportunidade de apresentar as nossas demandas e eu tenho visto de maneira bem positiva o empenho da superintendência em resolver o problema da moradia do Estado. A gente sabe dos entraves e dos problemas que existem, mas a superintendência está fazendo a sua parte”, afirmou.

Atualmente, as famílias que serão beneficiadas, estão abrigadas em um terreno cedido pelo Governo do Estado. (Secom/Tocantins)